Leia mais:
Leia mais:
Indicações das vacinas contra o HPV no Brasil
Aberta consulta pública para inclusão de cinco medicamentos contra o câncer no rol da ANS
Dia Mundial do Câncer: como está palavra conversa com você
Prevenção de Violência na Primeira Infância [Podcast Papo de Enfermeiro #03, partes I e II ]
O cuidado sobre a espiritualidade frente a pessoa com câncer

Janeiro verde: Mês do combate ao câncer de colo uterino

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O câncer de colo uterino é o terceiro mais incidente na população feminina brasileira, excetuando-se os casos de câncer de pele não melanoma. Políticas públicas nessa área vêm sendo desenvolvidas no Brasil desde meados dos anos 80 e foram impulsionadas pelo Programa Viva Mulher, em 1996. O controle do câncer do colo do útero é uma prioridade da agenda de saúde do país e integra o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil, 2011-2022.

Saiba mais: Reino Unido está caminhando para eliminação do câncer de colo de útero

câncer de colo uterino

O câncer de colo uterino

Hoje temos a certeza de que o câncer de colo uterino faz parte das IST ‘s, uma vez que sua etiologia está intimamente relacionada aos subtipos oncogênicos de HPV.  

Portanto, algumas dicas importantes devem ser sempre lembradas (baseado na diretriz para rastreamento de câncer de colo uterino do Ministério da Saúde).

Rastreamento: 

QUEM: 

  • Mulheres que já tiveram relação sexual vaginal ou que tem vida sexual ativa. 

QUANDO: 

  • Iniciar o rastreio a partir dos 25 anos de idade. 
  • Terminar rastreio aos 64 anos de idade

– O início antes dos 25 anos de idade levantaria uma série de lesões com grandes chances de regressão, resultando num número grande de colposcopias desnecessárias.

– Antes dos 25 anos de idade cânceres invasivos são muito raro.

– Mesmo em países desenvolvidos os dados não mostram vantagem em manter o rastreio em mulheres além dos 64 anos de idade.

COMO:

  • O rastreio deve ser feito em dois anos seguidos. Se o resultado estiver dentro da normalidade, autoriza-se a coleta a cada três anos com segurança para rastreamento de lesões precursoras (nível de evidência A).

Casos especiais:

  • Gestantes: não existem restrições, inclusive com coleta endocervical. A melhor oportunidade de coleta é quando a mulher vem até a unidade de saúde.  
  • Mulheres na pós menopausa: seguir a rotina de acordo com esquema acima. Eventualmente é possível utilização de estrogenização vaginal naquelas que houver necessidade.  
  • Mulheres sem história de atividade sexual: não devem ser submetidas ao exame.
  • Mulheres histerectomizadas:

por condições benignas:podem ser dispensadas se tiverem exames normais prévios à cirurgia. 

por neoplasias: seguir a rotina da lesão tratada.  

  • Mulheres imunossuprimidas: pacientes HIV + por exemplo devem ser rastreadas a cada seis meses.

Conduta inicial frente aos resultados

câncer de colo uterino

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.