Lentes de contato e esporte: quais lentes possuem melhor adaptação?

Tempo de leitura: 2 minutos.

Um questionário para treinadores dos times da NFL, NBA, MLB e NHL perguntou quantos atletas dos times necessitavam de óculos, lentes de contato ou tinham feito cirurgia refrativa. Os atletas que necessitavam de correção visual eram respectivamente 17,1%; 16%; 29,6% e 20,2%.

De acordo com a Sport England, em torno de 15 milhões de pessoas fazem algum tipo de esporte pelo menos uma vez por semana. E muitos atletas profissionais ou esportistas amadores apesar de necessitar de correção visual acreditam que não poderiam usar lentes de contato pois ela cairia do olho e geraria problemas.

Tipos de lentes de contato

Algumas lentes têm um movimento maior no olho, como as lentes rígidas. Em esportes de contato, por exemplo, podem não estar bem indicadas. Outras, como as lentes gelatinosas e as lentes esclerais, tem movimento bem pequeno e o deslocamento no olho é mais difícil. Além disso, usar lentes de contato melhora a sua performance pois aumenta o conforto e o campo visual (as armações dos óculos podem causar uma restrição de campo). Atletas de elite geralmente têm uma demanda visual alta. A correção óptica, inclusive de pequenos astigmatismos, pode ser benéfica nesses casos.

 As vantagens das lentes de contato são muitas nos atletas:

  • Melhor visão periférica;
  • Campo de visão sem obstruções;
  • Menor chance de lesão;
  • Visão mais estável;
  • Menor chance de embaçamento;
  • Melhor compatibilidade com equipamentos de proteção.

As lentes gelatinosas são boas opções para grande parte dos atletas (com exceção daqueles com irregularidades corneanas que necessitam de lentes rígidas corneanas ou esclerais para reabilitação visual). Com o advento das lentes de descarte diário, quinzenal e mensal, se tornou ainda mais prático o uso dessas lentes. Lentes de descarte diário podem oferecer diversas vantagens. Alguns esportes são realizados em ambientes potencialmente contaminados e portanto é uma vantagem que essas lentes sejam descartadas após o evento para evitar complicações.

Leia mais: Por que o oftalmologista é o único que pode adaptar e indicar o uso de lentes de contato?

Cuidados gerais

O recomendável é que sempre tenhamos um par extra das lentes para eventualidades, além de um óculos de reserva e o kit com estojo e produto de limpeza.

As lentes de contato devem ser sempre adaptadas por médico Oftalmologista, visto que devem ser avaliados além do grau, diversas outras questões do exame oftalmológico, para que seja adaptada a melhor lente para aquele paciente. Quando é escolhido o melhor tipo de lente para um esportista, alguns fatores devem ser levados em consideração, incluindo o tempo que ele precisará usar, o ambiente e as demandas físicas (como se é um esporte de contato ou com movimentos extremos do corpo e dos olhos). Para esportistas que performam em eventos de longa duração, lentes aprovadas para uso estendido ou flexível podem ser interessante, já que são necessárias lentes com alta permeabilidade à oxigênio (de preferência de material silicone hidrogel).

É obrigação também do Oftalmologista as orientações de uso e o acompanhamento das possíveis alterações que podem ser causadas pelo uso das lentes. O uso correto é muito seguro e traz grandes vantagens, principalmente nesse grupo de alta performance e grande exigência visual.

No Whitebook, além de condutas de oftalmologia, você também encontra um atlas, com as imagens das principais condições. Baixe grátis o maior aplicativo médico do Brasil!

Autor(a):

Relacionados