Oftalmologia

Mês do combate à enxaqueca: toda aura visual é igual? 

Tempo de leitura: 3 min.

Junho é o mês do combate a enxaqueca, a migrânea com aura típica é uma desordem prevalente que afeta 8% da população geral. A aura migranosa é uma condição neurológica portanto comum caracterizada por distúrbios visuais transitórios e menos frequentemente sensoriais e disfásicos. Está associada a um aumento do risco de doenças cardiovasculares e pode ser difícil em alguns casos diferenciar dos ataques isquêmicos transitórios e da epilepsia. Os sintomas da aura são completamente reversíveis (visuais, sensoriais ou de linguagem) e os visuais correspondem a 98-99% de todos eles. A aura é causada por uma onda de depressão cortical (onda transitória de despolarização neuronal do córtex) mas não existe uma explicação fisiopatológica para a heterogeneidade dos sintomas visuais.

Leia também: Você sabe identificar o que é uma enxaqueca vestibular?

Quais são os fenômenos visuais que podem ocorrer na aura?

Uma revisão sistemática dos estudos que descreveram essas manifestações foi realizada e publicada no The Journal of Headache and Pain. Foram encontrados 11 estudos retrospectivos e 3 prospectivos. O número de diferentes tipos de sintomas de aura visual reportado pelos pacientes variou de 2 a 23. Os mais comuns foram flashes de luz brilhante, visão nebulosa, linhas em zigzag, escotoma, pontos pequenos brilhantes e “parecer estar vendo através de ondas de calor ou da água”. 

Nesse artigo foram definidos os 30 sintomas referidos nos estudos analisados e suas frequências:

1.Flashes de luz brilhante/figuras em forma de estrela brilhante 16–38
2. Visão borrada/nebulosa 25–54
3. Linhas em zigzag 24–81
4. Escotoma 23–77
5.Pontos cegos 32
6. Pontos pretos 3–17
7. Fosfenos (pontos brilhantes pequenos) 19–70
8. Luz piscante 12–91
9. “olhando através de ondas de calor ou da água” 8–24
10. Neve visual  7
11. Manchas brancas 7–22
12. Crescente (imagem em forma de C) 7
13. Hemianopsia 6–24
14. Imagens deformadas/metamorfopsia 2–6
15. Visão em túnel 4–27
16. Linhas curvadas ou circulares 4–18
17. Formas arredondadas 12
18. Pontos coloridos/manchas de luz 3–19
19. Oscilopsia/autocinese (movimento de objetos estacionários) 2–4
20. Mosaico 13
21. Visão fraturada 1
22. Corona (fenômeno óptico) 2–18
23. Anopsia 1–2
24. As coisas parecem mais longe do que estão 1–13
25. As coisas parecem mais perto do que estão 1–3
26. Macropsia  1–3
27. Micropsia  2–4
28. Como se fosse um filme negativo 1
29. Visão inclinada 1
30. Alucinações complexas 1–3

Saiba mais: Como realizar o manejo da enxaqueca hemiplégica?

Como podemos ver, a aura visual é complexa e diversa. Os sintomas da aura são muito variados e nós, oftalmologistas e neurologistas, devemos estar atentos as diversas apresentações possíveis para diagnosticar e tratar o paciente da melhor forma.

Referências bibliográficas:

  • Viana M, Tronvik EA, Do TP, et al. Clinical features of visual migraine aura: a systematic review. J Headache Pain.
    2019 May 30;20(1):64. doi: 10.1186/s10194-019-1008-x.
Compartilhar
Publicado por
Juliana Rosa
Tags: enxaqueca

Posts recentes

A associação covid-19 e diabetes mellitus gestacional aumenta o risco de desfechos desfavoráveis

Diabetes mellitus gestacional é uma das intercorrências clínicas mais comuns na gravidez. Dados estimam uma…

1 hora atrás

Identificada em São Paulo subvariante inédita da covid-19

Uma subvariante da covid-19 ainda não catalogada em outras partes do mundo foi encontrada no…

2 horas atrás

Guia Prático: Construção da Carreira [Mês da Enfermagem]

Este guia foi construído com o objetivo de auxiliar o profissional enfermeiro em sua jornada…

3 horas atrás

Cannabis na prática clínica: além da epilepsia

O interesse científico em torno do uso na cannabis na prática clínica aumentou nos últimos…

4 horas atrás

Nefrologia: 3 vídeos que podem te ajudar na rotina médica

Como fazer reposição correta de potássio? Diálise previne nefropatia por contraste? Tire essas e outras…

17 horas atrás

Atualização sobre diagnóstico e manejo da colecistite aguda

Um dos diagnósticos mais frequentes de abdome agudo inflamatório nas emergências cirúrgicas é a colecistite…

18 horas atrás