Ginecologia e Obstetrícia

Metformina pode ser usada para prolongar a gestação em pré-eclâmpsia pré-termo?

Tempo de leitura: 2 min.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a principal causa de morbidade e mortalidade materna e fetal é a pré-eclâmpsia/eclâmpsia. No Brasil a eclâmpsia tem uma prevalência de 5,2 casos em 1000 nascidos vivos, variando de 2,2:1000 em áreas mais desenvolvidas a 8,3:1000 naquelas áreas menos desenvolvidas.

Por isso, maneiras para evitar pré-eclâmpsia/eclâmpsia e parto prematuro tem sido estudada por diversos pesquisadores ao redor do mundo.

Metformina para prolongar gestação pré-termo

Recentemente, foi publicado um ensaio clínico randomizado duplo-cego no British Medical Journal (BMJ), com o objetivo de avaliar o uso da metformina de liberação estendida em pacientes com risco de parto pré-termo devido à pré-eclâmpsia.

Participaram do estudo 180 mulheres com pré-eclâmpsia entre 26 + 0 a 31 + 6 semanas de gestação, 90 gestantes foram randomizadas para o uso de metformina de liberação estendida na dose de 03g/dia e 90 gestantes entraram no grupo que receberam placebo.

Leia também: Gestante com diagnóstico de pré-eclâmpsia: quando realizar o parto?

Conclusões

De acordo com os autores, as pacientes que receberam o fármaco estenderam a gestação em uma semana quando comparado com o grupo placebo. Estudos em animais mostraram que a metformina tem potencial de melhorar a invasão trofoblástica, diminuindo o estresse oxidativo do tecido placentário, podendo ser uma droga usada nas pacientes com risco de pré-eclâmpsia precoce.

Porém, mais estudos são necessários para que essa recomendação faça parte dos protocolos institucionais. Cluver termina seu artigo destacando que possivelmente o uso de metformina nessas pacientes diminuiria a internação dos recém-nascidos em unidades de terapia intensiva neonatal.

Mais da autora: O uso de ácido acetilsalicílico na prevenção da pré-eclâmpsia

Referências bibliográficas:

  1. Cluver C A, Hiscock R, Decloedt E H, Hall D R, Schell S, Mol B W et al. Use of metformin to prolong gestation in preterm pre-eclampsia: randomised, double blind, placebo controlled trial BMJ 2021; 374 :n2103 doi: 10.1136/bmj.n2103
  2. Peraçoli JC, Borges VT, Ramos JG, Cavalli RC, Costa SH, Oliveira LG, et al. Pré-eclâmpsia/eclâmpsia. São Paulo: Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo); 2018. (Protocolo Febrasgo – Obstetrícia, nº 8/Comissão Nacional Especializada em Hipertensão na Gestação).
  3. Folha informativa: mortalidade materna. Organização Mundial de Saúde – OMS, 2020. https://www.paho.org/pt/node/63100
Compartilhar
Publicado por
Letícia Suzano Lelis Bellusci

Posts recentes

Hiperprolactinemia: pontos de atenção [podcast]

A hiperprolactinemia é um aumento de prolactina circulante. Ouça o episódio e saiba os pontos…

12 horas atrás

Aférese terapêutica no ambiente da terapia intensiva: uma revisão narrativa

Neste artigo, focamos na análise da plasmaférese terapêutica (TPE), que é a retirada de plasma…

13 horas atrás

A relação entre Covid-19 e amamentação

Estudos comprovam que mães que já tiveram Covid-19 protegem o lactente do vírus ao transmitir…

14 horas atrás

Os oito subtipos clínicos de pacientes pediátricos com obesidade

A obesidade é uma questão de abrangência mundial. Conheça estudo que classifica os subtipos de…

15 horas atrás

Fatores relacionados à função física um ano após artroplastia total de joelho

Um estudo analisa os fatores associados ao pós-operatório da artroplastia total de joelho em pacientes…

16 horas atrás

Midazolam ou dexmedetomidina intranasais na anestesia pediátrica: Qual apresenta menos eventos adversos?

Um estudo teve o objetivo de avaliar a eficácia do uso intranasal de midazolan e…

17 horas atrás