Ministério da Saúde dobra orçamento de ações para pessoas em situação de abandono

A recomposição orçamentária do ministério da saúde foi estabelecida por meio de portaria e a mudança passa a valer de imediato.

O Ministério da Saúde anunciou os novos valores de repasse para as unidades de acolhimento a pessoas e familiares em situação de abandono, ameaça ou violação de direitos: R$ 50 mil para adultos e R$ 60 mil para crianças e adolescentes. Os valores representam o dobro o que vinha sendo ofertado desde 2017, quando houve o último reajuste. 

Ao todo, são hoje 72 unidades de acolhimento habilitadas em todo o país – 46 destinadas a adultos e 26 voltadas para o atendimento infantojuvenil. Os espaços oferecem acolhimento protetivo por até seis meses, dependendo do projeto terapêutico, e o acesso é feito por meio dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). 

Instituídas em 2012, as unidades oferecem moradia provisória até que os pacientes atendidos possam retornar para seus núcleos familiares; ou sejam encaminhados para famílias substitutas, quando for o caso; ou, ainda, alcancem autonomia. As unidades de acolhimento funcionam 24 horas, nos setes dias da semana, e integram a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). 

Saiba mais: Maior adesão: Brasil volta a registrar aumento na cobertura vacinal infantil

Ministério da Saúde aumenta investimento em casas de acolhimento

Ministério da Saúde aumenta investimento em casas de acolhimento

Fortalecimento da Política Nacional 

Em 2023, o Ministério da Saúde aumentou em 27% o orçamento direcionado das RAPS, adicionando R$ 200 milhões ao repasse. O valor garantiu o funcionamento de 2.880 CAPS existentes no país e 879 Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT), além de proporcionar a criação de mais 41 CAPS, 62 SRT, 4 Unidades de Acolhimento e 159 leitos em hospitais gerais. 

A ampliação da RAPS é uma das prioridades do Ministério da Saúde incluídas no Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). No quadriênio 2023-2026 são previstos 200 novos CAPS, com investimento total de R$ 410 milhões nos quatro anos. 

Em novembro deste ano, o Ministério da Saúde contemplou 50 municípios com recurso do Novo PAC para construção de novos CAPS, com aporte de R$ 102 milhões em 2023. 

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.
Referências bibliográficas: Ícone de seta para baixo
  • https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/2023/dezembro/ministerio-da-saude-dobra-investimento-em-unidades-de-acolhimento-para-pessoas-em-situacao-de-abandono

Especialidades