Página Principal > Neurologia > Morte súbita em pacientes com epilepsia: veja um resumo das novas diretrizes
estetoscopio e uma prescricao medica

Morte súbita em pacientes com epilepsia: veja um resumo das novas diretrizes

A morte súbita em pacientes com epilepsia é um risco mal compreendido entre os profissionais de saúde. A American Academy of Neurology e a American Epilepsy Society analisaram as últimas evidências disponíveis e publicaram suas novas recomendações para auxiliar na prática médica.

  • Os profissionais de saúde devem informar aos responsáveis de crianças com epilepsia que a incidência anual de morte súbita em crianças com epilepsia é de 1 em 4.500.
  • Médicos devem informar os adultos com epilepsia que a incidência de morte súbita nesta população é de 1 em 1.000.
  • Para pessoas com epilepsia que experimentam convulsões tônico-clônicas generalizadas, médicos devem gerenciar ativamente os tratamentos de epilepsia, levando em conta as preferências do paciente, para reduzir as convulsões.
  • A convulsão tônico-clônica generalizada é o principal fator de risco para morte súbita, e a liberdade de convulsões está fortemente associada à redução do risco de morte súbita.

Veja também: ‘Epilepsia por autoanticorpos: quando suspeitar?’

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.