Página Principal > Neurologia > Novas memórias não se formam apenas no hipocampo, mostra estudo
celulas do cerebro

Novas memórias não se formam apenas no hipocampo, mostra estudo

Cientistas acreditavam que todas as novas memórias começavam como uma memória a curto prazo, que era lentamente convertida em uma de longo prazo. Mas agora, pesquisadores americanos e japoneses descobriram que o cérebro faz, simultaneamente, duas lembranças de um evento, uma para o “agora” e outra para o resto da vida.

A ideia dominante até então era que duas partes do cérebro estavam envolvidas na lembrança de experiências pessoais: o hipocampo, lugar onde as memórias eram formadas, e o córtex, lugar onde memórias eram “armazenadas” a longo prazo.

Essa teoria se formou após o caso de Henry Molaison na década de 1950, um americano que teve seu hipocampo danificado durante uma cirurgia e ficou incapaz de fazer novas memórias, mas preservou todas as lembranças de antes da operação.

Pesquisadores do Riken-MIT Center for Neural Circuit Genetics realizaram experimentos em roedores para comprovar que essa não é a maneira que a memória se desenvolve no cérebro.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

O experimento consistiu em observar memórias específicas se formarem como um aglomerado de células cerebrais conectadas em reação a um choque. Os pesquisadores usaram então a luz transmitida para o cérebro para controlar a atividade dos neurônios individuais, podendo assim, literalmente, ligar ou desligar as memórias.

Ao desligar a memória de curto prazo no hipocampo, os roedores esqueceram os choques recebidos. Foi possível fazê-los se lembrar do evento ao ligar manualmente a memória de longo prazo.

Os resultados mostraram que as memórias foram formadas simultaneamente no hipocampo e no córtex.

Os pesquisadores também demostraram que a memória de longo prazo não amadurece caso a conexão entre o hipocampo e o córtex seja bloqueada. Portanto, ainda há uma ligação entre as duas partes do cérebro, com o equilíbrio de poder deslocando do hipocampo para o córtex ao longo do tempo.

Mais estudos serão feitos para compreender melhor essa ligação.

Referências:

  • https://science.sciencemag.org/content/356/6333/73
  • https://www.bbc.com/news/health-39518580

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.