Leia mais:
Leia mais:
Novo antifúngico para tratamento de candidíase recorrente
Como identificar 16 doenças que se manifestam pela boca
Candidíase vaginal recorrente: caso clínico [podcast]
Especial retrospectiva 2020: como abordar vaginites? [podcast]
Candidíase vulvovaginal recorrente: uma doença imunológica?

Novo antifúngico para tratamento de candidíase recorrente

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A candidíase vulvovaginal (CVV) é uma doença que acomete cerca de 75% das mulheres ao longo da vida. O uso indiscriminado de antibióticos está associado à alteração da microbiota vaginal, levando a quadros de candidíase vulvovaginal recorrente.

Além disso, há o aumento da resistência dos isolados de Candida spp. aos antifúngicos mais usados, como o fluconazol. Por isso, existe a necessidade de buscar novas alternativas terapêuticas, principalmente em relação às pacientes que apresentam quadro de candidíase de recorrência.

comprimidos do novo antifúngico para candidíase recorrente

Candidíase recorrente

Em outubro de 2021, foi publicado um artigo sobre um novo antifúngico, o oteseconazole, um agente azólico oral com porção tetrazólica. Diferente dos demais antifúngicos azólicos existentes no mercado, que são imidazois e triazois, esta especificação o torna mais seletivo, melhorando sua eficácia no tratamento das CVV recorrentes e nos diversos tipos de Candida spp.

A fase três do ensaio clínico terminou neste último mês e logo o novo antifúngico deve ser aprovado pela Food and Drugs Administration (FDA). Além de sua eficácia comprovada, os pesquisadores ressaltam a segurança da nova droga quando comparada com os antifúngicos usados usualmente.

Leia também: ATS 2021: terapia empírica para candidíase invasiva na UTI: para quem, quando e como?

Perspectivas

Sua segurança, eficácia e dramática redução nos episódios recorrentes, quando comparado com os demais antifúngicos, deve mudar radicalmente o tratamento que hoje conhecemos de CVV recorrente.

Autora:

Referência bibliográfica:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.