Novo fármaco para reduzir sonolência diurna da apneia do sono e narcolepsia é aprovado - PEBMED

Novo fármaco para reduzir sonolência diurna da apneia do sono e narcolepsia é aprovado

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minuto.

Na última quarta-feira (20), a U.S. Food and Drug Administration (FDA), agência americana para regulação de medicamentos, aprovou o uso de solriamfetol (Sunosi™) para o tratamento da sonolência diurna (hipersonia) em adultos consequente da síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) ou narcolepsia.

sonolência diurna

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Tratamento da sonolência diurna

O fármaco, que é um inibidor da recaptação de dopamina e norepinefrina de dupla ação, foi aprovado a partir dos resultados do ensaio clínico de fase III “Treatment of Obstructive sleep apnea and Narcolepsy Excessive Sleepiness” (TONES), que incluiu quatro estudos randomizados controlados com mais de 900 adultos, que demonstraram a superioridade do solriamfetol em relação ao placebo. Os efeitos persistiram após seis meses de tratamento.

As reações adversas mais comuns (incidência ≥ 5%) foram:

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Diminuição do apetite
  • Ansiedade

Dose

Segundo informações divulgadas pela farmacêutica, o solriamfetol deve ser utilizado uma vez ao dia com doses de 75 mg e 150 mg para pacientes com narcolepsia e doses de 37,5 mg, 75 mg e 150 mg para pacientes com apneia do sono.

Tratamento da sonolência diurna no Brasil

No Brasil, ainda não há previsão para a comercialização do solriamfetol para tratamento da sonolência diurna. A conduta terapêutica do médico nesses casos deve seguir de acordo com a condição de base, por exemplo: CPAP para pacientes que sofrem com apneia do sono ou tratamento adequado para pressão atípica ou para distúrbios do ciclo sono-vigília, entre outros.

O tratamento ambulatorial pode ser feito modafilina ou amordafilina. Saiba mais sobre a prescrição para hipersonia no Whitebook!

Referências:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar