Terapia Intensiva

O manejo de fluidos guiado por ultrassonografia em pacientes com choque séptico

Tempo de leitura: 3 min.

A ultrassonografia (US) passou a fazer parte do arsenal diagnóstico e como guia terapêutico do médico brasileiro em grandes e médios centros, principalmente em Unidades de terapia intensiva (UTI) e Departamentos de emergência (DE). Dentre os usos da US, o auxílio na avaliação da hemodinâmica do doente crítico e, principalmente, no doente crítico com choque séptico, vem ganhando destaque.

Leia também: Guidelines da Surviving Sepsis Campaign 2021: cuidados iniciais na sepse e choque séptico

Análises atuais

Em carta recente à Intensive Care Medicine, os pesquisadores do Critical care ultrasound goal-directed therapy study group, chamaram a atenção para dois importantes trabalhos recentes: um trabalho de 2018 compara o manejo de pacientes sépticos em Unidade de terapia intensiva tendo o manejo da hemodinâmica guiado ou não por ultrassonografia (ecocardiograma transtorácico). O desfecho primário era a mortalidade em 28 dias. O banco de dados MIMIC-III (Medical Information Mart for Intensive Care III) foi utilizado para fornecer os dados do grupo controle. Foi encontrado benefício significativo em relação ao desfecho primário para os pacientes que foram submetidos à estratégia de manejo da hemodinâmica guiado por US (odds ratio = 0,78, IC de 95% 0,68-0,90, p < 0,001); e um ensaio clínico randomizado do mesmo ano sugeriu que o manejo de fluidos guiado por ultrassonografia, CCUGDT (Critical care ultrasound goal-directed therapy), não melhoraria o desfecho de pacientes com choque séptico quando comparada à terapia padrão de reposição de fluidos, EGDT (Early goal-directed therapy).

Saiba mais: Choque Séptico Refratário: quando e como utilizar a Vasopressina?

Os pesquisadores do CCUGDT desenharam um ensaio clínico randomizado piloto para comparar as duas estratégias: CCUGDT versus EGDT. O desfecho primário foi o clearance do lactato após seis horas e os desfechos secundários foram: volume total administrado, balanço hídrico nas primeiras 24 horas, clearance de lactato após 12 e 24 horas e mortalidade em 28 dias. O estudo contou com 86 pacientes, 44 no grupo EGDT e 42 no grupo CCUGDT. O clearance de lactato foi significativamente maior no grupo CCUGDT (23,8%) do que no grupo EGDT (9,7%), com p = 0,01. O volume cumulativo de infusão de fluidos e o balanço hídrico em 12 e 24 horas foi significativamente menor no grupo CCUGDT (p < 0,05).

Este ensaio clínico foi apresentado no 34º Congresso anual da European Society of Intensive Care Medicine no início de outubro de 2021.

Mensagem prática

A estratégia de reposição de fluidos e manejo hemodinâmico dos pacientes com choque séptico guiada por ultrassonografia (CCUGDT) pode acelerar o clearance de lactato e reduzir a infusão desnecessária de fluidos quando comparada à estratégia vigente (EGDT), o que poderia reduzir a mortalidade dos pacientes com choque séptico (dado não evidenciado neste estudo). A estratégia parece ser promissora, mas aguardamos a publicação do estudo mais robusto, já que trata-se de um piloto, para análise dos dados e avaliação da qualidade destes.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Yu K, Zhang S, Chen N, et al. Critical care ultrasound goal-directed versus early goal-directed therapy in septic shock. Intensive Care Med. 2021. doi: 10.1007/s00134-021-06538-4
  • Feng M, McSparron JI, Kien DT, Stone DJ, Roberts DH, Schwartzstein RM, Vieillard-Baron A, Celi LA. Transthoracic echocardiography and mortality in sepsis: analysis of the MIMIC-III database. Intensive Care Med. 2018;44:884–892. doi10.1007/s00134-018-5208-7
  • Lanspa MJ, Burk RE, Wilson EL, Hirshberg EL, Grissom CK, Brown SM. Echocardiogram-guided resuscitation versus early goal-directed therapy in the treatment of septic shock: a randomized, controlled, feasibility trial. J Intensive Care. 2018:6:50. doi10.1186/s40560-018-0319-3
Compartilhar
Publicado por
Rafael Horácio Lisbôa

Posts recentes

Blog do Nurse: Bloco de Enfermagem Cirúrgica ganha atualização!

Nursebook recebeu atualizações no Bloco de Enfermagem Cirúrgica entre outras. Confira a lista completa!

10 horas atrás

Anemia megaloblástica na gestação – Parte 2

Segunda parte do artigo sobre anemia megaloblástica, a segunda principal causa de anemia durante a…

13 horas atrás

10 mitos relacionados ao diagnóstico e tratamento das infecções do trato urinário – Parte I

Confira 10 mitos relacionados ao diagnóstico e tratamento das infecções do trato urinário e os…

15 horas atrás

Glicocorticoide em pacientes com angiopatia amiloide cerebral

Embora a terapia com glicocorticoides seja mais frequentemente usada nesse cenário, tratamentos imunossupressores também têm…

16 horas atrás

Vírus respiratórios: quais são eles?

É extremamente importante estar atento a outras possibilidades de vírus respiratórios que não o SARS-CoV-2,…

16 horas atrás

Microbioma pulmonar: a importância da flora bacteriana nos pulmões

Estudos recentes mostram que o microbioma pulmonar pode ser mais semelhante ao microbioma gástrico quando…

17 horas atrás