Categorias: Ortopedia

O que é e como identificar a “medula ancorada”?

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Medula ancorada é um diagnóstico incomum geralmente dado durante a infância ou no início da fase adulta, caracterizado pelo não desenvolvimento do filo terminal medular. Decorrente disso, a medula fica presa ao nível da coluna lombar baixa ou mesmo ao nível sacral.

A suspeita clínica é levantada geralmente na infância, a partir de alguma alteração de pele na região lombar que levante a suspeita de doença oculta medular. Alterações podem ser muito visíveis desde o nascimento ou mesmo discretas como um tufo de cabelo ou pequeno orifício. O exame do neonato, portanto, torna-se fundamental para a identificação da alteração e aumento da suspeição clínica.

Não é regra a ocorrência de alterações externas, e, nestes casos, o diagnóstico acaba sendo realizado mais tardiamente, a partir do aparecimento de sinais e sintomas de comprometimento de raízes medulares, sendo estes: atrofia muscular dos membros inferiores, dor lombar e/ou neuropática e fraqueza de membros inferiores. Pacientes apresentando quadros suspeitos devem ser encaminhados para exame de imagem para investigação medular, sendo o padrão ouro a ressonância magnética de toda a medula. Vale destacar a importância de mapear toda a medula, dado que há risco aumentado de outras alterações congênitas concomitantes.

Leia mais: Quiz: dor recorrente na coluna dorsal – qual é a causa?

O tratamento é cirúrgico, embora haja na literatura indicações de conduta expectante para pacientes assintomáticos. Para estes casos, no entanto, evidências mostram um piora dos casos ao assumir conduta clínica expectante.

Autor:

Referências

  • Agarwalla, Pankaj K., et al. “Tethered cord syndrome.” Neurosurgery Clinics of North America 18.3 (2007): 531-547.
Compartilhar
Publicado por
Eduardo Cardoso de Moura

Posts recentes

Questões sobre a saúde mental da juventude LGBT+

Junho é o mês em que a temática LGBTQIA+ ganha destaque. Vamos abordar questões importantes…

2 horas atrás

Novo tratamento para pacientes com atrofia muscular espinhal é incluído no SUS

O SUS vai disponibilizar um novo tratamento com o medicamento Nusinersena, indicado para atrofia muscular…

22 horas atrás

Whitebook: linfonodomegalia

Em nossa publicação semanal de conteúdos do  Whitebook vamos falar sobre a apresentação clínica da…

1 dia atrás

Blog do Nurse: novidades no sininho! 

Você sabia que agora o app queridinho dos enfermeiros pode ser atualizado no sino de…

2 dias atrás

Teste do pezinho: um panorama da origem até os dias atuais

O teste do pezinho é realizado através de gotas de sangue colhidas do calcanhar do…

2 dias atrás

Tratamento endovascular para AVC de artéria basilar é melhor que tratamento convencional?

Foi publicado um estudo randomizado comparando a eficácia do tratamento endovascular com o tratamento clínico…

2 dias atrás