Ginecologia e Obstetrícia

Ocorre a imunização fetal após vacinar as gestantes contra Covid-19?

Tempo de leitura: 2 min.

A pandemia causada pelo Covid-19 trouxe muitas inseguranças e uma delas é a vacinação durante a gestação. Diversos estudos mostraram os benefícios de vacinar as gestantes em qualquer fase gestacional (KALAFAT, 2021; BLAKEWAY, 2021).  De acordo com Flannery (2021) anticorpos IgG do vírus SARS-CoV-2 atravessam a barreira hematoplacentária após uma infecção natural, também existem evidências que isso ocorra após a vacinação contra Covid-19 que utiliza a tecnologia RNAm (MITHAL, 2021). 

Estudo

Em setembro de 2021 foi publicado um estudo prospectivo aprovado pelo Institutional Review Boards (IRB) parte da Food and Drugs Administration (FDA) com o objetivo de avaliar a transmissão e os níveis de anticorpos contra Covid-19 detectáveis no sangue do cordão umbilical das mulheres que foram vacinadas durante a gestação.

Segundo Megan (2021) 100% das pacientes que foram vacinadas contra Covid-19 com a vacina RNAm tiveram presença de anti-S IgG em titulações altas no sangue colhido do cordão umbilical. Até mesmo uma paciente que recebeu apenas uma dose antes do parto apresentou titulação positiva em alta dose.

Leia também: Vacinação da Covid-19 em gestantes e puérperas: o precisamos saber até o momento?

Este estudo reforça a necessidade de vacinar as gestantes independente da idade gestacional, tanto por imunizar a gestante, mas também por proteger o feto. Vale ressaltar a importância do tempo entre a vacinação e o parto, pois interfere na titulação de anticorpos encontrados no sangue do cordão (MEGAN, 2021). Mais estudos são necessários para determinar se a vacinação no primeiro trimestre confere menor titulação no sangue do cordão que a vacinação no segundo trimestre de gestação.

Autor:

Referências bibliográficas:

  • Megan E. TROSTLE MD , Maria E. AGUERO-ROSENFELD MD , Ashley S. ROMAN MD MPH , Jennifer L. LIGHTER MD , High antibody levels in cord blood from pregnant women vaccinated against COVID-19, American Journal of Obstetrics & Gynecology MFM (2021). doi: https://doi.org/10.1016/j.ajogmf.2021.100481
Compartilhar
Publicado por
Letícia Suzano Lelis Bellusci

Posts recentes

Blog do Nurse: Bloco de Enfermagem Cirúrgica ganha atualização!

Nursebook recebeu atualizações no Bloco de Enfermagem Cirúrgica entre outras. Confira a lista completa!

11 horas atrás

Anemia megaloblástica na gestação – Parte 2

Segunda parte do artigo sobre anemia megaloblástica, a segunda principal causa de anemia durante a…

14 horas atrás

10 mitos relacionados ao diagnóstico e tratamento das infecções do trato urinário – Parte I

Confira 10 mitos relacionados ao diagnóstico e tratamento das infecções do trato urinário e os…

15 horas atrás

Glicocorticoide em pacientes com angiopatia amiloide cerebral

Embora a terapia com glicocorticoides seja mais frequentemente usada nesse cenário, tratamentos imunossupressores também têm…

17 horas atrás

Vírus respiratórios: quais são eles?

É extremamente importante estar atento a outras possibilidades de vírus respiratórios que não o SARS-CoV-2,…

17 horas atrás

Microbioma pulmonar: a importância da flora bacteriana nos pulmões

Estudos recentes mostram que o microbioma pulmonar pode ser mais semelhante ao microbioma gástrico quando…

18 horas atrás