Página Principal > Ortopedia > Osteoporose: apresentação clínica e critérios diagnósticos

Osteoporose: apresentação clínica e critérios diagnósticos

Nessa semana, apresentamos a nova diretriz para osteoporose na pós-menopausa. Por isso, na nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, trazemos a apresentação clínica e abordagem diagnóstica da osteoporose.

As melhores condutas médicas você encontra no: Whitebook Clinical Decision! Baixe grátis.

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Apresentação Clínica

Quadro clínico: A osteoporose costuma ser assintomática, a menos que ocorra uma fratura. As fraturas por fragilidade geralmente ocorrem por queda da própria altura ou traumas mínimos. Os locais mais acometidos são vértebras, porção distal do rádio, quadril, costelas, úmero e colo do fêmur. As fraturas mais perigosas são as de quadril.

Fatores de risco: Os fatores de risco validados independentes da DMO incluem idade avançada, fratura prévia sem trauma ou por baixo trauma, uso prolongado de corticoide, baixo peso corporal, história familiar de fratura de quadril, tabagismo e consumo excessivo de álcool.

Abordagem Diagnóstica

Exames de rotina: Testes bioquímicos básicos (cálcio, fósforo, albumina, proteínas totais, função renal, hepatograma e eletrólitos), hemograma completo e dosagem de 25-hidroxivitamina D (25 [OH] D).

Critérios Diagnósticos

O diagnóstico de osteoporose pode ser feito pela presença de fratura por fragilidade, principalmente na coluna, quadril, punho, úmero, costelas e pelve; ou através do T-score ≤-2,5 desvios-padrão (SD) com base na densidade mineral óssea (DMO) medida por absorciometria de raios-x de dupla energia (DXA).

  • T-score DMO que é de 2,5 DP ou mais é definido osteoporose, desde que outras causas de baixa DMO tenham sido excluídas;
  • T-score de 1 a 2,5 DP abaixo da média para adultos jovens é denominado osteopenia.

A densidade óssea normal é definida como um valor dentro de um SD do valor médio na população com referência para jovens adultos. Os indivíduos com T-scores de ≤-2.5 têm o maior risco de fratura.

Os critérios da OMS não devem ser utilizados em mulheres na pré-menopausa e homens com idade inferior a 50 anos porque a relação entre a DMO e risco de fratura não é o mesmo em mulheres e homens mais jovens, assim como também não devem ser aplicados em crianças.

O escore Z é o número de DP em relação à média esperada para a idade do paciente e representa outro parâmetro de interesse, particularmente nas osteoporoses secundárias a doenças crônicas ou ao uso crônico de medicamentos que afetam a massa óssea.

As indicações formais para estudo de massa óssea incluem mulheres com deficiência de estrogênio (para tomada de decisões acerca de terapia de reposição hormonal), pacientes com anormalidades vertebrais ou osteopenia prévia, pacientes que fazem uso crônico de glicocorticoides, pacientes com hiperparatireoidismo primário assintomático (para diagnosticar baixa massa óssea e identificar aqueles com risco de doença esquelética severa que poderão vir a ser candidatos à intervenção cirúrgica) e monitorar resposta ao tratamento.

Diagnóstico Diferencial

  • Osteomalacia;
  • Mieloma múltiplo;
  • Doença de Paget;
  • Hiperparatireoidismo;
  • Abuso físico (principalmente quando há fraturas em locais atípicos);
  • Osteodistrofia renal.
Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia-a-dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.