Pandemia reduz procura por consultas e exames de rastreio de neoplasias gastrointestinais

Tempo de leitura: 2 min.

A pandemia de Covid-19 causou um enorme impacto nos sistemas de saúde, especialmente nos atendimentos eletivos e exames direcionados a promoção de saúde e prevenção de doenças. Muitos procedimentos endoscópicos foram postergados e muitos pacientes evitaram consultas médicas devido ao risco de exposição ao SARS-CoV-2 em ambientes de saúde.

Recentemente, Khan e colaboradores avaliaram o impacto da pandemia de Covid-19 nos procedimentos gastrointestinais e diagnóstico de neoplasias nos Estados Unidos da América (EUA). Foi utilizado o banco de dados da TriNetX, que inclui informações de 51.607.816 pacientes em 45 organizações de saúde dos EUA. Analisou-se dados coletados em três diferentes períodos (15 de março de 2020 a 15 de julho de 2020 — fase inicial da pandemia; 16 de julho 2020 a 15 de novembro de 2020 — fase tardia da pandemia; e 15 de março de 2019 a 15 de julho de 2019 — fase pré-pandemia).

Leia também: Radar do câncer – exames e tratamentos na pandemia

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas
Cadastrar Login

Resultados

Nesse estudo, observou-se uma significativa redução, entre março e julho de 2020, das consultas intra-hospitalares (-42,99%), no pronto atendimento (-40,09%), ambulatoriais (-22,55%), enquanto houve aumento de 4.465% nas teleconsultas, quando comparado ao mesmo período em 2019. De maneira semelhante, houve redução de 71,84% nas endoscopias, 84,66% nas colonoscopias, 35,78% nas ultrassonografias de abdome, 73,15% nas ecoendoscopias e 48,79% nas colangiopancreatografias endoscópicas. Essa redução pela procura dos serviços em saúde se associou a uma diminuição no diagnóstico de diversas neoplasias, como de fígado (-34,13%), colorretal (-30,19%), esofagiana e gástrica (-26,96%), pancreatobiliar (-22,81%).

Saiba mais: Exames laboratoriais: como abordar valores críticos?

Já na fase mais tardia da pandemia de Covid-19, também se demonstrou uma redução no número de consultas, procedimentos e novos diagnósticos de neoplasias [fígado (-25,58%), colorretal (-11,74%), esofagiana e gástrica (-19,78%), pancreatobiliar (-15,56%)], comparativamente a 2019, porém em menor proporção.

Conclusões

Esse estudo demonstra claramente os efeitos colaterais da pandemia de Covid-19 sobre a medicina preventiva, possivelmente aumentando a incidência de neoplasias diagnosticadas em estádio mais tardio. O represamento de pacientes não rastreados, conforme protocolos previamente estabelecidos, pode gerar uma grande sobrecarga de trabalho futura nos serviços de endoscopia, devendo os médicos assistentes priorizarem os pacientes com maior risco de neoplasia para rastreio precoce.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Khan A, et al. Impact of the Coronavirus Disease 2019 Pandemic on Gastrointestinal Procedures and Cancers in the United States: A Multicenter Research Network Study. Gastroenterology. 2021 Mar 1;S0016-5085(21)00460-1.  doi: 1053/j.gastro.2021.02.055.
Compartilhar
Publicado por
Guilherme Grossi Cançado

Posts recentes

Check-up Semanal: lesões pancreáticas, noradrenalina em veia perioperatória e mais! [podcast]

Check-up Semanal: lesões pancreáticas assintomáticas, noradrenalina em veia perioperatória, tofacitinibe no Covid-19 e mais!

12 horas atrás

Glaucoma agudo, miopia e o topiramato: o que todo oftalmologista deve saber?

O glaucoma agudo por fechamento angular associado ao uso de topiramato é bem descrito em…

13 horas atrás

Covid-19: Variante lambda se espalha pela América do Sul e preocupa OMS

A variante lambda está em uma categoria em que se encontram outras seis mutações do…

14 horas atrás

Infecções fúngicas na Covid-19: como identificar e quando notificar?

Casos graves de Covid-19 vêm sendo associados a um aumento na incidência de infecções fúngicas,…

15 horas atrás

Quais os fatores de risco para a incapacidade de redução das luxações do ombro sem o uso de sedação?

Embora as luxações do ombro sejam comuns, o procedimento de redução costuma ser difícil, muitas…

16 horas atrás

Dia Nacional de Controle da Asma

Acredita-se que cerca de 87% das pessoas que têm ciência do diagnóstico de asma, não…

17 horas atrás