Perda de memória: escolhendo a melhor conduta não farmacológica

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

“Doutor, o que posso fazer para melhorar a memória?”, essa é uma pergunta muito comum feita por idosos com declínio cognitivo. Mas, antes dos remédios, quais dicas cotidianas os médicos podem dar para seus pacientes? Foi o que investigou um novo artigo publicado no JAMA Neurology.

Pesquisadores da Mayo Clinic acompanharam 1.929 indivíduos cognitivamente normais (idade média de 77 anos), que participaram de um estudo sobre envelhecimento por quatro anos. Durante esse período, 456 participantes desenvolveram comprometimento cognitivo leve.

No acompanhamento, os pesquisadores observaram que jogar games (HR = 0,78; IC 95%: 0,65 – 0,95), fazer atividades artesanais (HR = 0,72; IC 95%: 0,57 – 0,90), usar o computador (HR = 0,70; IC 95%: 0,57 – 0,85) e as atividades sociais (HR = 0,77; IC 95%: 0,63 – 0,94) foram associadas a um menor risco de problemas de memória e cognitivos.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Em uma análise estratificada pela apolipoproteína E (ApoE), os dados indicaram que os portadores do gene que se envolveram em atividades mentais estimulantes tinham menos risco de desenvolver um comprometimento cognitivo leve (HR = 0,73; IC 95%: 0,58-0,92).

Pelos resultados, os pesquisadores concluíram que idosos cognitivamente normais que se envolvem em atividades mentalmente estimulantes, mesmo no final da vida, têm menos risco de desenvolver problemas de memória e cognitivos. Com base nesses achados, antes de iniciar o tratamento farmacológico, o médico pode indicar esse tipo de atividade ao paciente e acompanhar os resultados.

Veja também: ‘Azul de metileno pode impulsionar a memória e a atenção’

Referências:

  • Association Between Mentally Stimulating Activities in Late Life and the Outcome of Incident Mild Cognitive Impairment, With an Analysis of the APOE ε4 Genotype. Janina Krell-Roesch, PhD1; Prashanthi Vemuri, PhD2; Anna Pink, MD1; et al. JAMA Neurol. Published online January 30, 2017. doi:10.1001/jamaneurol.2016.3822
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.