Leia mais:
Leia mais:
Obesidade: aumento da dose de levonorgestrel pode melhorar a eficácia da contracepção de emergência?
ADA 2022: potencial da tirzepatida no tratamento da obesidade – SURMOUNT-1
IM/ACP 2022: confira as novidades do congresso
Check-up Semanal: diretriz para tromboembolismo venoso, cirurgia bariátrica em idosos e mais! [podcast]
Risco de obesidade é 48% maior em adolescentes que comem alimentos ultraprocessados, indica estudo

Peso excessivo e obesidade em adultos jovens estão associados ao aumento do risco de esclerose múltipla

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O peso excessivo na adolescência e no adulto jovem está associado a um risco de esclerose múltipla (EM) para homens e mulheres, de acordo com um estudo de base populacional publicado em 7 de dezembro na Neurology . 

Sabemos que o número de tratamentos disponíveis para esclerose múltipla aumentou consideravelmente na última década, porém, nenhuma cura está disponível. 

O conhecimento dos fatores de risco para adquirir esclerose múltipla continua a ser um aspecto importante para a sua prevenção.

esclerose múltipla

O estudo

Para entender a relação de longo prazo entre o índice de massa corporal (IMC) em adolescentes e adultos jovens e o risco de esclerose múltipla, os pesquisadores usaram dados de um programa norueguês de rastreamento de tuberculose de 1963 a 1975 e de um banco de registro norueguês de esclerose múltipla até novembro de 2020.

A coorte do estudo incluiu 648.734 participantes de 14 a 34 anos de idade. Dos participantes, ocorreram 1.409 casos de EM; 429 (30%) eram do sexo masculino e 980 (70%) eram do sexo feminino. Os pesquisadores calcularam o risco de EM entre os participantes usando modelos de risco proporcional de Cox; O IMC foi padronizado de acordo com a idade e o sexo. 

No geral, os pesquisadores descobriram que um IMC elevado em indivíduos de 14 a 24 anos de idade estava associado a um risco aumentado de EM, tanto para homens quanto para mulheres. 

Notavelmente, o risco era maior para os grupos de idade mais jovem – idades de 14 a 16 (HR 1,73), idades de 17 a 19 (HR 1,61) e idades de 20 a 24 (HR 1,56) – e não estava mais presente para aqueles com mais de 30 anos.  Além disso, estar abaixo do peso aos 14 a 16 anos de idade foi associado a um risco reduzido de esclerose múltipla. 

Análises de sensibilidade indicaram que o risco ainda era mais aparente no grupo de idade mais jovem e que a associação entre EM e obesidade permanecem a mesma.

Leia também: Esclerose múltipla e gravidez

Segundo os autores:

  • O papel exato da obesidade no aumento do risco ainda é desconhecido, porém, foi demonstrado que os pacientes com EM com IMC alto têm níveis mais elevados de citocina pró-inflamatória interleucina-6 e leptina no LCR, bem como maior incapacidade clínica, indicando que inflamação e obesidade interagem.
  • A EM é uma das muitas doenças autoimunes influenciadas pelo excesso de peso.
  • O desequilíbrio na forma de adipocinas pró-inflamatórias aumentadas e anti-inflamatórias reduzidas secretadas em indivíduos obesos pode participar da geração desse risco, e o inverso também poderia explicar potencialmente a redução de risco entre indivíduos com baixo peso.
  • A prevalência de esclerose múltipla aumentou dramaticamente durante as últimas décadas nos Estados Unidos e na Europa, e os resultados sugerem que isso pode ser em parte devido à correspondente epidemia mundial de obesidade que ocorre em adultos jovens. 

Referências bibliográficas:

  • Høglund RAA, Meyer HE, Stigum H, et al. Associação de índice de massa corporal na adolescência e idade adulta jovem e risco de esclerose múltipla em longo prazo. Neurology 2021; Epub 07 dezembro. https://n.neurology.org/content/97/23/e2253.long 

 

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.