Psiquiatria

Pesquisa revela que 97% dos estudantes de medicina apresentam síndrome do impostor

Tempo de leitura: 3 min.

A síndrome do impostor, também conhecida como fenômeno do impostor ou síndrome da fraude, corresponde a uma alteração emocional onde o paciente é incapaz de acreditar na sua própria competência, mesmo tendo toda a formação para a sua capacitância. Ele constantemente subestima suas capacidades e tem a sensação que pessoas menos capacitadas são tão ou melhores do que ele. Não importando o nível de sucesso alcançado na vida, o paciente tem a sensação constante de não merecê-lo e de ser uma fraude. Essa condição pode ser permanente ou temporária e ainda não é considerada oficialmente uma patologia psiquiátrica. 

Leia também: Projeto prevê que instituições ofereçam suporte psiquiátrico e psicológico a residentes e estudantes de Medicina

Estudo recente

Um estudo realizado pela Doutora Jayne Rice, BS, integrante da equipe de cirurgia vascular do Hospital da Universidade da Pensilvânia, e que relatou já ter sido vítima da síndrome, realizou uma pesquisa entre estudantes de medicina de duas faculdades distintas e constatou que a maior parte deles sofre da síndrome do impostor, sendo a maioria pertencente a uma classe estudantil de baixa representatividade. 

Nesse estudo foram avaliados um total de 284 estudantes de medicina, sendo 187 estudantes pertencentes a uma instituição predominantemente de estudantes brancos (PWI) e 97 eram de uma universidade historicamente negra (HBCU). A Doutora Rice utilizou um sistema de escala para avaliar o nível da síndrome de impostor em cada estudante, sendo os valores abaixo relacionados a intensidade dos sentimentos em relação a síndrome:

  • Abaixo de 40: Poucos sentimentos em relação a síndrome; 
  • Entre 40-60: Síndrome do impostor moderada; 
  • Entre 61-80: Síndrome do impostor frequente; 
  • Acima de 80: Síndrome do impostor intensa. 

Resultados

De uma modo geral, o estudo evidenciou que 97% dos estudantes avaliados apresentavam sentimentos moderados a intensos em relação a síndrome. Metade reportou sentimentos frequentes, sendo 38% de uma forma moderada, 9% de forma intensa e 3% de forma leve. E em relação as duas instituições, os estudantes da PWI apresentaram 3,9 vezes mais sintomas frequentes ou intensos relacionados a síndrome em comparação com os estudantes da HBCU e os estudantes do grupo com baixa representatividade da PWI apresentavam 2,3 vezes mais sentimentos de forma frequente e intensa comparado com os da HBCU, e as mulheres, principalmente as que faziam parte da PWI, apresentavam o dobro de vezes mais sensações frequentes e intensas do fenômeno em comparação aos estudantes homens. 

Saiba mais: Prevalência de transtornos mentais entre estudantes de medicina pode chegar a 50%!

“Acredito que esse estudo possa informar as instituições de ensino que estudantes de medicina claramente bem qualificados, apresentam baixa confiança e dúvidas sobre sua competência e que sentimentos em relação a síndrome de impostor pode também estar relacionados a quadros de ansiedade e depressão.” relatou a Dra. Rice. 

Autor(a):

Referências bibliográficas:

Compartilhar
Publicado por
Gabriela Queiroz

Posts recentes

Blog do Nurse: Bloco de Enfermagem Cirúrgica ganha atualização!

Nursebook recebeu atualizações no Bloco de Enfermagem Cirúrgica entre outras. Confira a lista completa!

11 horas atrás

Anemia megaloblástica na gestação – Parte 2

Segunda parte do artigo sobre anemia megaloblástica, a segunda principal causa de anemia durante a…

14 horas atrás

10 mitos relacionados ao diagnóstico e tratamento das infecções do trato urinário – Parte I

Confira 10 mitos relacionados ao diagnóstico e tratamento das infecções do trato urinário e os…

16 horas atrás

Glicocorticoide em pacientes com angiopatia amiloide cerebral

Embora a terapia com glicocorticoides seja mais frequentemente usada nesse cenário, tratamentos imunossupressores também têm…

17 horas atrás

Vírus respiratórios: quais são eles?

É extremamente importante estar atento a outras possibilidades de vírus respiratórios que não o SARS-CoV-2,…

17 horas atrás

Microbioma pulmonar: a importância da flora bacteriana nos pulmões

Estudos recentes mostram que o microbioma pulmonar pode ser mais semelhante ao microbioma gástrico quando…

18 horas atrás