Pesquisadores descobrem possível causa da síndrome da fadiga crônica

Uma possível causa para a síndrome da fadiga crônica pode ter sido descoberta! Alguns marcadores biológicos da doença podem ser bactérias intestinais.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Uma possível causa para a síndrome da fadiga crônica pode ter sido descoberta! Por ser de difícil diagnóstico e não ter nenhum gatilho reconhecido, alguns médicos acreditam que a doença seria psicológica. Apesar de não haver consenso, essa hipótese vem sendo contrariada com a indicação de possíveis marcadores biológicos da síndrome: bactérias intestinais e agentes microbianos inflamatórios no sangue.

A pesquisa foi desenvolvida por pesquisadores da Cornell University, em Nova Iorque, Estados Unidos, e publicada no ano passado. 83% dos pacientes que tinham encefalomielite miálgica / síndrome da fadiga crônica (ME/CFS) foram diagnosticados com amostras de fezes e sangue, mostrando que o microbioma bacteriano intestinal em pacientes com a síndrome não é normal, podendo levar a sintomas gastrointestinais e inflamatórios.

Não se sabe exatamente se seria uma causa ou consequência da doença, mas se for comprovado que essas bactérias fazem parte da doença e compreendido como elas agem, é possível incluir a dieta correta no tratamento para obter uma melhor resposta. O próximo passo é procurar vestígios de vírus e fungos no intestino para descobrir se algum deles ou alguma associação pode estar causando a síndrome.

Veja também: ‘Doença de Crohn: diretrizes indicam a terapia pós-cirúrgica mais adequada’

Os achados

Para o estudo, 48 pessoas diagnosticadas com ME/CFS e 39 saudáveis forneceram amostras.

Nas fezes, foram sequenciadas regiões de DNA microbiano, verificando que havia menos espécies bacterianas conhecidas como anti-inflamatórias nas amostras dos pacientes em comparação com as pessoas saudáveis, fato também comum em diagnósticos de Doença de Crohn e colite ulcerativa.

Já no sangue, foram observados marcadores específicos de inflamação, possivelmente devido a problemas intestinais que permitem que as bactérias migrem para a corrente sanguínea. Essas bactérias, quando no sangue, desencadeiam uma resposta imunológica, o que pode piorar os sintomas.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referência:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão