Home / Figure 1 / Por que a urina desse paciente mudou de cor depois de um incêndio?

Por que a urina desse paciente mudou de cor depois de um incêndio?

Figure 1
Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Após ser resgatado de um incêndio, um homem com cerca de 50 anos é ressuscitado e trazido ao serviço de emergência. Acompanhando o tratamento inicial, uma enfermeira nota sua urina avermelhada. O que aconteceu?

O tratamento foi feito com hidroxicobalamina (um precursor da vitamina B12), por potencialmente ter sido exposto ao cianeto. O antídoto liga-se ao cianeto, formando um conjugado estável de cianocobalamina, permitindo uma função mitocondrial normal. O tratamento, porém, pode levar à excreção temporária de urina avermelhada e indolor.

Baixe grátis o App do nosso parceiro Figure 1 para ver toda a discussão.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Clique e baixe aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.