Neurologia

Prevenindo a demência na meia-idade

Um novo estudo, apresentado na International Stroke Conference (ISC) 2017, indica que os fatores de risco cardiovascular na meia-idade (tabagismo, hipertensão, diabetes) estão associados com o risco aumentado de demência mais tarde na vida.

O estudo foi feito com 15.744 moradores de quatro comunidades dos Estados Unidos no final dos anos 1980, quando tinham entre 45 e 64 anos. Os fatores de risco cardiovasculares foram avaliados no início do estudo e os participantes foram acompanhados em intervalos regulares por aproximadamente 25 anos.

Foram identificados 1.516 casos de demência na avaliação feita em 2011 – 2013. Como esperado, o risco de demência aumentou com a idade. No coorte global, os participantes negros apresentaram maior risco de demência. Os fatores de risco na meia-idade para demência tardia incluíram (intervalo de confiança [IC] 95% para todos):

– ser fumante (hazard ratio [HR]: 1.4, 1.19 – 1.58);
– ter diabetes ([HR]: 1.8, 1.54 – 2.08);
– ter hipertensão ou pré-hipertensão ([HR]: 1.4, 1.24 – 1.63 e [HR] 1.4, 1.17 – 1.57);
– ser portador do alelo APOE ε4 ([HR] 2.0, 1.76 – 2.19);
– e não se formar no ensino médio ([HR] 1.4, 1.22 – 1.60).

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Os autores do estudo fizeram algumas ressalvas: “Fumar foi apenas um fator de risco para demência em participantes brancos. E APOE teve um efeito mais forte em brancos do que em negros. A diabetes foi um fator de risco importante tanto em negros como em brancos, assim como a hipertensão”.

Os pesquisadores ressaltam a importância desse estudo, já que identifica fatores de risco modificáveis, que podem ser tratados na meia-idade.

Referências:

  • Midlife Vascular Risk Factors Drive Dementia Later in Life. Medscape. Feb 24, 2017.
Compartilhar
Publicado por
Vanessa Thees

Posts recentes

Clampeamento tardio do cordão umbilical versus ordenha do cordão umbilical

Já é sabido que o clampeamento tardio do cordão umbilical facilita a transição fisiológica da…

1 hora atrás

Reflexões sobre saúde e sua relação com o avanço da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC)

A PNPIC considera diversos aspectos do indivíduo e o insere no centro da atenção, considerando…

2 horas atrás

Sedação prolongada em pacientes graves com Covid-19: como manejar?

A Covid-19 trouxe maior número de pacientes graves, com necessidade de ventilação mecânica, além de…

2 horas atrás

Migrânea: como identificar e tratar?

Resumo de um artigo recém-publicado na revista científica Nature sobre o diagnóstico e o manejo…

4 horas atrás

Paracoccidioidomicose (PCM) aguda-subaguda em pediatria

Estudo realizado analisou as características clínicas e laboratoriais da paracoccidioidomicose (PCM) aguda-subaguda em pediatria.

5 horas atrás

Hipertensão arterial na gestação e suas múltiplas faces

A hipertensão arterial é uma das complicações mais comuns durante a gestação. Veja algumas das…

7 horas atrás