Leia mais:
Leia mais:
Fórum de Sepse 2022: pulmão no ambulatório – qual a realidade de um paciente pós-alta de covid?
Fórum de Sepse 2022: uso de biomarcadores na covid-19 – prós e contras
Conheça a próxima etapa do estudo da Unicamp e USP sobre os efeitos da covid-19 no cérebro
Covid-19: Ministério da Saúde anuncia aplicação da quarta dose em pessoas a partir dos 80 anos
ISICEM 2022: há benefício na terapia antiplaquetária em pacientes críticos com covid-19?

Principais achados tomográficos no coronavírus: como eles se apresentam na imagem?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Os principais achados tomográficos observados nos pacientes com coronavírus (Covid-19) são, em ordem decrescente: opacidades em vidro fosco, opacidades em vidro fosco associado a espessamento dos septos interlobulares, caracterizando o padrão de pavimentação em mosaico (crazy paving) e opacidades em vidro fosco associado a consolidações. Outros achados como sinal do halo e sinal do halo invertido foram descritos em alguns pacientes e devem ser considerados dentro do contexto clínico adequado.

Agora, como eles se apresentam na imagem? Como caracterizamos estes achados na tomografia de tórax? Vamos nos próximos parágrafos explicar os principais achados e ilustrá-los para que seja possível o fácil reconhecimento dos padrões tomográficos.

Leia também: Quais os principais achados tomográficos do novo coronavírus?

Médico verifica os achados na tomografia de um paciente positivo para Covid-19.

Tomografia de tórax no coronavírus

Existe um Consenso brasileiro ilustrado sobre a terminologia dos descritores e padrões fundamentais da tomografia de tórax e ele será usado como base para caracterização dos achados tomográficos, seguindo a ordem decrescente de acometimento:

a) Opacidade (ou atenuação) em vidro fosco: na tomografia computadorizada caracteriza-se como aumento da densidade do parênquima pulmonar em que permanecem visíveis os contornos dos brônquios e vasos no interior da área acometida por um processo patológico (Figura 1).

Figura 1. Opacidades em vidro fosco, periféricas em paciente Covid positivo.

b) Pavimentação em mosaico: superposição de opacidades em vidro fosco, linhas intralobulares e espessamento dos septos interlobulares. A interface entre o pulmão normal e o pulmão acometido tende a ser bem delimitada nesse padrão de lesão pulmonar (Figura 2).

Figura 2. Padrão clássico de pavimentação em mosaico: áreas em vidro fosco associado a espessamento dos septos interlobulares (asterisco).

c) Consolidação: a consolidação corresponde ao preenchimento completo das pequenas vias aéreas. Sendo assim, os vasos não são identificados no interior da área de pulmão acometido (principal diferença para a opacidade em vidro fosco). (Figura 3).

Figura 3. Paciente também confirmado para Covid com tomografia de tórax apresentando áreas de consolidação (setas vermelhas). Observe que na consolidação as marcas vasculares são perdidas.

d) Sinal do halo: opacidade em vidro fosco que circunda o nódulo, massa ou uma área de consolidação arredondada.

e) Sinal do halo invertido: opacidade focal em vidro fosco circundada por um anel de consolidação completo ou parcial (Figura 4).

Figura 4. Sinal do halo invertido (setas brancas).

No Whitebook você encontra todos esses achados e as condutas principais para a Covid-19! Tudo liberado gratuitamente durante a pandemia. Confira!

Referências bibliográficas:

  • Silva, C. Isabela S., Marchiori, Edson, Souza Júnior, Arthur Soares, & Müller, Nestor L. (2010). Consenso brasileiro ilustrado sobre a terminologia dos descritores e padrões fundamentais da TC de tórax. Jornal Brasileiro de Pneumologia36(1), 99-123.
  • Departamento de Imagem da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. Brazilian Consensus on Terminology Used in order to Describe Computed Tomography of the Chest. J Bras Pneumol. 2005;31(2):149-56.
  • Guan W, Ni Z, Hu Y, et al Clinical characteristics of coronavirus disease 2019 in China. N Engl J Med. DOI: 10.1056/NEJMoa2002032.
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.