Pediatria

Probióticos e ômega 3 na gestação podem reduzir risco de alergias nos filhos

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Qual é a influência da dieta durante a gestação e o período de amamentação no desenvolvimento imunológico da prole? Um artigo da PLOS Medicine avaliou se as variações na dieta materna podem influenciar o risco de doença alérgica ou autoimune.

Para esse estudo, pesquisadores utilizaram as bases do MEDLINE, EMBASE, Web of Science, CENTRAL e LILACS, entre 1946 e 2017, para encontrar estudos observacionais e de intervenção que avaliaram a relação entre dieta durante a gravidez, lactação ou o primeiro ano de vida da prole e risco futuro de doença alérgica ou autoimune.

Foram identificados 260 estudos originais (964.143 participantes) de aleitamento materno, incluindo um ensaio de intervenção de promoção do aleitamento materno, e 173 estudos originais (542.672 participantes) de outras exposições dietéticas maternas ou infantis, incluindo 80 ensaios maternos (26 participantes), infantis (32 participantes) ou combinados (22 participantes).

Alergia alimentar: veja os keypoints da nova diretriz

O risco de viés foi alto em 125 (48%) estudos de amamentação e 44 (25%) de outras exposições dietéticas.

As evidências foram fortes para as seguintes hipóteses:

  • A suplementação oral com probióticos no final da gestação e durante a lactação pode reduzir o risco de eczema: 19 estudos de intervenção (taxa de risco [RR] 0,78; IC de 95%: 0,68 a 0,90; I2 = 61%; redução absoluta do risco 44 casos por 1.000; IC de 95%: 20 a 64).
  • A suplementação com ômega 3 durante a gravidez e lactação pode reduzir o risco de alergia ao ovo: 6 ensaios (RR 0,69; IC de 95%: 0,53 a 0,90; I2 = 15%; redução absoluta do risco 31 casos por 1.000; IC de 95%: 10 a 47).

As evidências foram fracas para as seguintes hipóteses:

  • Promoção da amamentação reduz o risco de eczema durante a infância (1 ensaio de intervenção).
  • Aleitamento materno exclusivo mais longo está associado à redução do diabetes tipo 1 (28 estudos observacionais).
  • Probióticos reduzem o risco de alergia ao leite da vaca (9 ensaios de intervenção).

Os pesquisadores não descobriram quais outras exposições dietéticas influenciam o risco de doenças alérgicas ou autoimunes.

Para os autores, esses achados apoiam uma relação entre a dieta materna e o risco de doenças alérgicas e autoimunes na prole. Probióticos e ômega 3 na gestação podem reduzir o risco de eczema e alergia a alimentos, respectivamente.

Tenha sempre condutas atualizadas na sua mão! Baixe gratuitamente o Whitebook.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

Compartilhar
Publicado por
Vanessa Thees

Posts recentes

CDC atualiza recomendações sobre isolamento e quarentena na Covid-19. O que dizem os estudos?

O CDC atualizou suas recomendações sobre o isolamento e quarentena na Covid-19, o que vem…

59 minutos atrás

Contestando mitos: Cuidados paliativos podem aumentar a sobrevida

Os cuidados paliativos consistem numa abordagem que objetiva aliviar o sofrimento de portadores de doenças…

59 minutos atrás

A cirurgia bariátrica diminui o risco de câncer?

Estudo avaliou se submetidos à cirurgia bariátrica possuem uma diminuição da incidência de câncer comparada…

2 horas atrás

Oseltamivir: o que você precisa saber para a prática clínica

O surto de Influenza vivenciado em todo o país durante o começo do ano de…

3 horas atrás

Efeitos do exercício físico sobre a hipertensão arterial resistente

É consenso que a prática rotineira de exercício físico é de grande benefício para o…

4 horas atrás

Anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2 podem estar presentes no leite humano até 6 meses após a vacinação

Estudo sugere que anticorpos específicos para SARS-CoV-2 podem estar disponíveis no leite materno por até…

5 horas atrás