Quais cuidados primários devem ser tomados após uma cirurgia bariátrica?

Como prevenir as complicações para prevenir a morbimortalidade no pós-operatório de uma cirurgia bariátrica.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

A obesidade é uma pandemia e está associada a múltiplas comorbidades graves, tanto físicas quanto psicológicas. Nos últimos anos, observamos um crescimento importante no número de procedimentos bariátricos oferecidos. Sabe-se que toda cirurgia apresenta algum grau de risco, assim, a decisão de operar é tomada somente após uma cuidadosa avaliação de riscos e benefícios. A detecção precoce e o manejo adequado das complicações são cruciais para prevenir a morbimortalidade no pós-operatório imediato e tardio de uma cirurgia bariátrica.

Como prevenir as complicações para prevenir a morbimortalidade no pós-operatório de uma cirurgia bariátrica.

Cuidados com os pacientes após a cirurgia bariátrica

Em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica, são necessárias avaliações regulares e cada consulta médica deve incluir:

    • avaliação da tendência / ganho de peso
    • nível de atividade física
    • avaliação da ingestão de vitaminas e minerais
    • presença e controle de comorbidades (diabetes, hipertensão, apneia do sono, doenças reumatológicas, dentre outras)
    • avaliar complicações da cirurgia bariátrica

A rotina laboratorial anual deve incluir:

    • hemograma
    • vitamina B1 e B12
    • hemoglobina glicada
    • hormônios tireoidianos
    • perfil lipídico
    • outras vitaminas, quando houver suspeita de deficiência

Após cirurgias com by-pass gástrico, deve-se também incluir: dosagem de folato, perfil de ferro, 25-OH-vitamina D, e zinco.

A base para a manutenção do novo peso deve ser o aconselhamento para mudança de estilo de vida. Devida à restrição da capacidade gástrica, os pacientes devem fracionar suas refeições, consumindo em média três refeições, e até dois lanches por dia. A dieta deve incluir de 80 a 100 g de proteína, para a prevenção de deficiência.

Casos que evoluam com novo ganho de peso (recuperação de aproximadamente 15% do peso total perdido após a cirurgia), podem necessitar de terapia medicamentosa, cirurgia endoscópica, ou cirurgia bariátrica revisional.

Sem a suplementação adequada, muitos pacientes submetidos a procedimentos bariátricos desenvolvem deficiências vitamínicas, mesmo anos após a realização da cirurgia. As razões para algumas dessas deficiências estão relacionadas à anatomia alterada pelo procedimento, diminuição da ingestão de nutrientes e rápida perda de peso. Por esta razão, todos os pacientes submetidos à cirurgia bariátrica precisam tomar suplementação pelo resto da vida, através de complexos polivitamínicos contendo ferro, ácido fólico, tiamina, cálcio elementar, vitamina D e vitamina B12.

Complicações

Outras complicações associadas à cirurgia bariátrica e seu respectivo manejo, estão especificadas na tabela abaixo:

Tabela 1 – Prevalência, apresentação, diagnóstico e manejo de complicações bariátricas comuns

Complicação

Prevalência Apresentação Diagnóstico

Manejo

DRGE 2% – 30% (maior em pacientes submetidos a SG). Azia, dor no peito e náusea. Diagnóstico clínico. EDA somente indicada para sintomas graves. Terapia com IBP; conversão para BGYR em casos de DRGE severo refratário ao tratamento com IBP.
Síndrome de Dumping 40% (primariamente em pacientes submetidos a BGYR). Dor abdominal com cólica, diarreia, náusea e taquicardia após alimentações. Diagnóstico clínico; checar hipoglicemia. Evitar alimentos com alto teor de açúcar simples, e substituir por carboidratos complexos, ricos em fibras; medicamentoso: acarbose.
Colelitíase 30% Dor no quadrante superior direito. USG abdominal Colecistectomia para sintomas de colelitíase (aproximadamente 10% dos pacientes podem precisar de colecistectomia após cirurgia bariátrica).
Úlcera marginal 1-16% em pacientes submetidos a BGYR Dor abdominal superior, náusea e vômitos. EDA Cessação do tabagismo; evitar AINE; IBP e sucralfato; procedimentos endoscópicos ou cirúrgicos para casos refratários.
Estenose de Anastomose 1-10% em pacientes submetidos a BGYR. Disfagia, náusea e vômitos EDA Dilatação endoscópica; revisão cirúrgica.
Complicações da banda gástrica 40-50% Náuseas, vômitos e intolerância alimentar; infecção local; e dor abdominal. EDA; USG rins e vias urinárias; tomografia de abdome. Ajuste, se banda apertada; remoção da banda em casos de deslizamento, DRGE grave ou erosão; conversão para BGYR ou SG para prevenir novo ganho de peso.
Hipoglicemia Mais de 1/3 dos pacientes submetidos ao BGYR apresentam hipoglicemia (maioria é assintomática). Confusão, palpitações, tremores e diaforese. Avaliar glicemia e nível de insulina. Aconselhamento dietético; alto teor de proteínas, alto teor de fibras, dieta pobre em carboidratos; medicamentoso: acarbose; reversão do bypass gástrico, reservada para pacientes com sintomas refratários.
Obstrução intestinal / hérnia interna 1.5-5% em pacientes com BGYR Náusea, vômitos e dor abdominal USG de rins e vias urinárias; tomografia de abdome Baixo limiar para exploração cirúrgica na investigação de dor abdominal inexplicada após BGYR
Abreviações: DRGE = doença do refluxo gastroesofágico; BGYR = bypass gástrico em Y de Roux; EDA = Endoscopia digestiva alta; IBP = inibidor de bomba de próton; AINE = anti-inflamatório não-esteroidal; SG = Gastrectomia Sleeve

Referências bibliográficas:

  • Chen Y, Li Z, Dutson E. Primary Care Treatment of Patients Following Bariatric Surgery in 2020. JAMA. 2020 Sep 1;324(9):888-889.
  • Monkhouse SJW, Morgan JDT, Norton SA. Complications of Bariatric Surgery: Presentation and Emergency Management – a Review. Ann R Coll Surg Engl. 2009 May; 91(4): 280–286.

 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades