Quais os impactos do clima e de medidas de saúde pública na pandemia por Covid-19?

Tempo de leitura: 2 min.

Alguns mecanismos climáticos possuem conhecidamente influência sobre as epidemias de influenza. Sabe-se que 3 características do período de verão freiam o avanço dos casos de gripe: maiores temperatura, umidade e radiação solar. Além disso, as férias escolares durante essa estação podem também ser um fator que contribua nesse sentido.

Durante a atual pandemia por Covid-19, diversos países realizaram medidas de isolamento social como fechamento de escolas e de serviços não essenciais e restrição de aglomerações de pessoas. No entanto, ainda existe a dúvida: será que essas medidas, bem como as diferenças climáticas citadas, são capazes de afetar o curso da atual pandemia?

Para tentar ajudar a responder essa questão, um grupo de pesquisadores realizou um estudo de coorte prospectivo de todas as 144 áreas geopolíticas do mundo com pelo menos 10 casos de Covid-19 e transmissão comunitária na data de 20 de março de 2020 (totalizando 375.609 casos), com o objetivo de determinar a associação entre diferenças climáticas e medidas de saúde pública e o crescimento epidemiológico da doença.

Pandemia por Covid-19

As variáveis analisadas foram:

  • Temperatura;
  • Umidade;
  • Fechamento de escolas;
  • Restrições de aglomerações;
  • Medidas de distanciamento social.

Leia também: Covid-19: quais as recomendações para a organização da APS durante a pandemia?

Foram excluídos das análises a China, que já havia contido a epidemia nesta data, e Irã, Coréia do Sul e Itália, que já estavam com a epidemia estabelecida e com a curva à frente do resto mundo. As curvas de evolução da Covid-19 foram obtidas através dos dados de casos confirmados em cada região. O estudo aponta como limitação em seu método a oferta variável de testagem entre os países, contudo ressalta que taxa de crescimento epidêmico é realizado através de cálculo de razão matemática, com análise de valores relativos e não absolutos. Dessa forma, a variação de testagem afeta ambos os componentes da razão que determina essa taxa, permitindo uma correta estimativa.

Como resultados, obteve-se a não associação entre o crescimento epidemiológico e as variáveis de latitude e de temperatura e fracas relações com umidade, o que não permite concluir que apresentem papel significativo na evolução epidemiológica da doença.

Por outro lado, as medidas de saúde pública analisadas apresentaram-se fortemente associadas com uma evolução epidemiológica mais favorável. O fechamento de escolas, a restrição de aglomerações e as medidas de distanciamento social, embora não analisados de forma independente entre si, são em conjunto medidas recomendadas pelo estudo a serem tomadas como políticas de saúde pelos governos. O estudo aponta que as medidas de restrição social estudadas, quando adotadas simultaneamente, possuem um impacto ainda maior na diminuição do crescimento da curva epidemiológica.

Veja mais: Qual é o papel da APS com o aumento da violência doméstica na pandemia de Covid-19?

Conclusão

Portanto, o estudo sugere que as questões climáticas não desempenham papel significativo no desenvolvimento da epidemiologia da Covid-19. Enquanto que as intervenções de saúde pública de distanciamento social parecem ter um maior impacto. No entanto, os potenciais efeitos econômicos e psicossociais decorrentes dessas medidas devem ser cuidadosamente pesados para a tomada de decisão sobre como e quando realizar tais restrições.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Juni P, Rothenbuhler M, Bobos P, Thorpe KE, da Costa BR, Fisman DN, et al. Impact of climate and public health interventions on the Covid-19 pandemic: A prospective cohort study. Cmaj. 2020.
Compartilhar
Publicado por
Renato Bergallo

Posts recentes

Ceratite infecciosa e lentes de contato: O que precisamos saber?

A ceratite infecciosa é a complicação mais séria que pode decorrer do uso de lentes…

19 horas atrás

Hemorragia intracraniana em pacientes que tomam anticoagulantes orais

A hemorragia intracraniana é potencialmente devastadora associada à terapia anticoagulante. Sua reversão é uma emergência. Saiba…

19 horas atrás

Covid-19: Pesquisa do Ministério da Saúde vai avaliar comportamento dos brasileiros durante a pandemia

A PrevCOV do Ministério da Saúde tem o objetivo de entender o comportamento da Covid-19…

21 horas atrás

Formigamento no dedo mínimo da mão: pode ser a síndrome do túnel cubital

A síndrome do túnel cubital é a segunda neuropatia compressiva mais comum (perde apenas para…

22 horas atrás

Eliminando o câncer de colo de útero em tempos de Covid-19

No ano de 2020, os 194 países da OMS foram convocados, pela primeira vez, a…

23 horas atrás

Covid-19: papel da homocisteína na estratificação de risco

As diferenças epidemiológicas entre os países sugere que fatores étnicos e genéticos tenham impacto nas…

24 horas atrás