Leia mais:
Leia mais:
A fixação provisória com placas de minifragmentos interfere na força de compressão da síntese definitiva?
Existe relação do IMC com o risco de fraturas em crianças pré-escolares?
Vitamina D e cálcio realmente evitam fraturas?
Osteoporose: ACP lança novas diretrizes; veja os principais pontos
4 recomendações para Emergências

Qual o melhor tratamento para fraturas da cabeça do rádio Mason 2?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Fraturas da cabeça do rádio são comuns, com uma incidência entre 2,5-2,9 por 10000 pessoas a cada ano. A classificação mais utilizada é a de Mason, introduzida em 1954 e modificada por Broberg e Morrey em 1986. É consenso que as fraturas Mason 1 podem ser tratadas conservadoramente com mobilização precoce e as fraturas Mason 3 se beneficiam do tratamento cirúrgico.

As fraturas Mason 2 são articulares parciais desviadas (maior que 33% da superfície articular e mais de 2 mm de desvio/degrau) e seu tratamento permanece controverso. Uma metanálise anteriormente publicada gerou dados insuficientes para guiar o tratamento. Recentemente foi publicado no Journal of Shoulder and Elbow Surgery um ensaio clínico multicêntrico controlado randomizado comparando tratamento cirúrgico e conservador para fraturas da cabeça do rádio Mason 2.

Leia também: Fraturas traumáticas também estão relacionadas à osteoporose?

Qual o melhor tratamento para fraturas da cabeça do rádio Mason 2?

O estudo

Foram selecionados 49 pacientes (4 deixaram o estudo após randomização) entre setembro de 2012 e fevereiro de 2017 atendidos em 7 hospitais holandeses com fraturas isoladas da cabeça do rádio Mason 2 e estratificados e randomizados em um grupo de tratamento cirúrgico e outro de tratamento conservador. O tratamento cirúrgico foi realizado com acesso de Kocher e fixação com parafusos sem cabeça enquanto o tratamento conservador consistiu em bandagem compressiva com tipoia por um tempo máximo de 72 horas. A reabilitação consistiu em liberação do arco de movimento no pós-operatório assim que a dor permitiu nos casos cirúrgicos ou após 48 horas nos casos de tratamento conservador.

O desfecho primário foi avaliado pelo questionário DASH (Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand) com 12 meses de follow-up. Os desfechos secundários foram avaliados pelo Oxford Elbow Score (OES), Mayo Elbow Performance Score (MEPS), arco de movimento, escala de dor (EVA), necessidade de acompanhamento com fisioterapeuta  e complicações com 3, 6 e 12 meses de follow-up.

Saiba mais: Imobilização para fraturas proximais do úmero: 1 ou 3 semanas de uso de tipoia?

Inicialmente foram alocados 23 pacientes no grupo operatório e 22 no grupo conservador. Seis pacientes acabaram trocando de grupo após realização de tomografias. Bloqueio de pronossupinação foi indicação absoluta de tratamento cirúrgico.

Após 3, 6 e 12 meses de follow-up os escores DASH, OES e MEPS foram similares entre os grupos. O arco de movimento e escala de dor melhoraram ao longo do tempo nos dois grupos sem diferença significativa. O número de pacientes com necessidade de acompanhamento por fisioterapeuta também foi similar entre os grupos. Apenas 1 paciente no grupo operatório apresentou infecção superficial da ferida tratada com antibioticoterapia.

Conclusão

A conclusão do estudo é que não há vantagem do tratamento cirúrgico em relação ao conservador nas fraturas da cabeça do rádio Mason 2. É importante levar em consideração as limitações do estudo como pequena amostra e o fato de, devido à intervenção cirúrgica, não haver cegamento para participantes e avaliadores. Além disso, vale lembrar que as fraturas com bloqueio de pronossupinação indicam tratamento cirúrgico pela necessidade de ressecção ou síntese do fragmento articular.

Quer segurança na hora da decisão clínica? A Med Friday do Whitebook é a oportunidade de você dar um grande passo em sua carreira! Assine com desconto o aplicativo médico que tem todas as respostas que você precisa, a um toque de distância!

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Mulders MAM, Schep NWL, de Muinck Keizer RO, Kodde IF, Hoogendoorn JM, Goslings JC, Eygendaal D. Operative vs. nonoperative treatment for Mason type 2 radial head fractures: a randomized controlled trial. J Shoulder Elbow Surg. 2021 Jul;30(7):1670-1678. doi: 10.1016/j.jse.2021.02.025.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.