Caso clínico: Paciente vai ao pronto socorro após contato com lagartas

O paciente informou que as lagartas se encontravam agrupadas em grande quantidade na árvore. Confira o caso completo.

Paciente de 60 anos vem ao pronto-socorro com relato de contato com “lagartas-de-fogo” enquanto podava uma árvore (mangueira) no quintal da sua casa. Refere início imediato de edema, exantema e dor em queimação intensos em face posterior do antebraço esquerdo. Não havia outras alterações relevantes ao exame físico.

Quando se questiona ao paciente como eram essas “lagartas-de-fogo”, o mesmo informa que as mesmas se encontravam agrupadas em grande quantidade na árvore e que trouxe algumas ao hospital.

Quiz 1/

Diante da foto, qual o gênero das lagartas apresentadas?

Comentários

A penetração de cerdas de lagartas (lepidópteros; da ordem Lepidoptera) na pele inocula toxinas, provocando o envenenamento pelo gênero Lonomia. Nomes populares incluem taturana, oruga, ruga, lagarta-de-fogo, e apresentam grande variedade morfológica.

A família Megalopygidae (megalopigídeos) possui cerdas pontiagudas, curtas e que contem as glândulas de veneno, no meio de outras cerdas longas, coloridas e inofensivas. A família Saturniidae (saturnídeos) tem “espinhos” ramificados e pontiagudos de aspecto arbóreo, mimetizando as plantas que habitam.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.