Recomendações prevenção SARS-CoV-2: limpeza de superfícies e objetos

Tempo de leitura: 3 min.

Apesar de não ser a principal forma de contaminação do vírus SARS-CoV-2, o contato com superfícies ou objetos contaminados é potencial fonte de transmissão. Esse tipo de contaminação ocorre quando um individuo entra em contato com superfícies contaminadas e em seguida manuseia sua boca, nariz ou olhos.

A principal recomendação de prevenção continua sendo a higienização constante das mãos com água e sabão ou solução alcoólica, porém outra recomendação fácil de ser aplicada está no estabelecimento de uma rotina de limpeza das superfícies, principalmente no ambiente doméstico. Para isso, os profissionais da saúde, com objetivo de promover saúde e prevenir novas contaminações devem estar preparados para orientar a população quanto a limpeza do ambiente doméstico e de utensílios gerais.

O vírus SARS-CoV-2 normalmente precisa de um hospedeiro para sobreviver, no entanto, estudos têm sido realizados com objetivo de compreender o tempo de estabilidade do vírus fora do hospedeiro e em alguns tipos de superfície. A publicação mais atual sobre esse assunto foi publicada pelo New England Journal of Medicine, onde pesquisadores simularam a dispersão de aerossóis contaminados no ar e em diversos tipos de materiais e analisaram o tempo de permanência do vírus.

Leia também: Covid-19 em crianças: o que o enfermeiro precisa saber?

Algumas das considerações provenientes do estudo sobre estabilidade no ar e superfícies: 

  • No ar: até 3 horas;
  • Cobre: até 4 horas;
  • Papelão: até 24 horas;
  • Plástico: de 2 até 3 dias;
  • Metal (inoxidável): 2 até 3 dias.

Principais recomendações para limpeza e desinfecção de superfícies:

A solução de hipoclorito de sódio com concentração 0,1% a 0,5% apresentou resultados satisfatórios para uso doméstico.

  • Recomendação para diluição: geralmente a concentração de hipoclorito de sódio na água sanitária que é comercializada livremente é de 2% a 2,5%. Para esta concentração deve-se diluir um copo de água sanitária para três copos de água filtrada, importante utilizar medidas iguais na diluição.
  • Recomendação de armazenamento: a solução já diluída deve ser armazenada em embalagens opacas que impeçam o contato com a luz do sol.
  • Recomendação para uso: procure utilizar a solução em borrifadores. Quando aplicadas na superfície devem permanecer no mínimo 1 minuto. Manter o ambiente bem ventilado, devido ao cheiro forte da solução. Usar luvas de proteção ao utilizar a solução. Não utilizar desinfetantes ou outras soluções após hipoclorito, podem diminuir o potencial do cloro ativo.
  • Recomendação do que deve ser higienizado com a solução: superfícies com manuseio constante, chaves e cadeados, bolsas e malas, maçanetas e soleiras das portas, solado de calçados, capacetes e outras superfícies de motos e carros, superfícies como mesas e bancadas. Atenção: higienizar as mãos quando receber compras.
  • Superfícies de tecido: aqui estão incluídos itens como sofás, carpetes, cortinas entre outros. A recomendação é que esses itens sejam limpos com água (quente se possível) e sabão ou desinfetante doméstico indicado para limpeza desse tipo material.
  • Eletrônicos: deverão ser higienizados com solução alcóolica 70%.
  • Vestuário, toalhas, lençóis e outros itens: não sacuda roupas sujas, sempre que possível utilize água quente na temperatura máxima recomendada pelo fabricante. A roupa suja de pessoa contaminadas ou sob suspeita pode ser lavada com os itens de outras pessoas. Cesto de roupas devem ser higienizados com solução de hipoclorito de sódio.

Veja mais: Coronavírus: medidas de precaução para instituições e profissionais de saúde

A principal recomendação para prevenção é o distanciamento social, isolamento de pessoas contaminadas, etiqueta respiratória e a constante higienização das mãos. No entanto, o Brasil possui diversas realidades e nem todas as medidas de prevenção serão facilmente aplicáveis, com base nisso o uso de solução como a recomendada à base de Hipoclorito de Sódio aliado a uma rotina de limpeza de objetos e superfícies são alternativas viáveis e de baixo custo no combate ao SARS-Cov-2.

O Nursebook está com todos os conteúdos liberados durante o mês de abril! Baixe agora e tenha acesso aos principais conteúdos de coronavírus!

Autora:

Referências bibliográficas:

  • Prefeitura de Contagem. Secretaria de Saúde. SUS. Higienização Faça Certo: solução de hipoclorito para “matar” o coronavírus. Infográfico. [Internet]; 2020; [citado em abril de 2020].
  • Centers for Disease Control and Prevention. Cleaning And Disinfecting Your Home. [Internet]; 2020; [citado em abril de 2020].
  • World Health Organization. Home care for patients with COVID-19 presenting with mild symptoms and management of their contacts. Interim Guidance. [Internet]; 2020; [citado em abril de 2020].
  • Neeltje van Doremalen et. al. Aerosol and Surface Stability of SARS-CoV-2 as Compared with SARS-CoV-1. New England Journal of Medicine. [Internet]; 2020; [citado em abril de 2020].
Compartilhar
Publicado por
Paula Damaris Chagas Barrioso

Posts recentes

Ceratite infecciosa e lentes de contato: O que precisamos saber?

A ceratite infecciosa é a complicação mais séria que pode decorrer do uso de lentes…

16 horas atrás

Hemorragia intracraniana em pacientes que tomam anticoagulantes orais

A hemorragia intracraniana é potencialmente devastadora associada à terapia anticoagulante. Sua reversão é uma emergência. Saiba…

16 horas atrás

Covid-19: Pesquisa do Ministério da Saúde vai avaliar comportamento dos brasileiros durante a pandemia

A PrevCOV do Ministério da Saúde tem o objetivo de entender o comportamento da Covid-19…

18 horas atrás

Formigamento no dedo mínimo da mão: pode ser a síndrome do túnel cubital

A síndrome do túnel cubital é a segunda neuropatia compressiva mais comum (perde apenas para…

19 horas atrás

Eliminando o câncer de colo de útero em tempos de Covid-19

No ano de 2020, os 194 países da OMS foram convocados, pela primeira vez, a…

20 horas atrás

Covid-19: papel da homocisteína na estratificação de risco

As diferenças epidemiológicas entre os países sugere que fatores étnicos e genéticos tenham impacto nas…

21 horas atrás