Retrospectiva 2019: veja os principais casos clínicos do ano!

Tempo de leitura: 2 minutos.

Discutir casos clínicos é algo extremamente comum na prática do médico e outros profissionais de saúde. Os casos são importantes para ajudar tanto na aprendizagem e construção do raciocínio clínico, quanto para enriquecer os diagnósticos diferenciais a ter em mente.

Por isso, continuando a nossa retrospectiva 2019, trouxemos os casos clínicos mais acessados do ano!

1 – Entrelaçamento de cordões em gestação monoamniótica

Como mais acessado, temos um caso de entrelaçamento de cordões, trazido pela médica obstetra Julianna Gomes. O entrelaçamento é frequente nas gestações monoamnióticas. Confira o caso neste link!

2 – Grávida na emergência apresenta dor no baixo ventre

Em segundo lugar, trouxemos mais um caso de uma paciente grávida, pela médica Julianna Gomes. A mulher, de 34 anos, primigesta, idade gestacional 39 semanas e quatro dias (por USG de 1º trimestre), compareceu à emergência com queixa de dor no baixo ventre. Veja aqui!

3 – Rigidez muscular de início súbito associada à disartria e trismo

Neste caso, trazido pelo médico de família e comunidade Marcelo Gobbo, a paciente de 47 anos,deu entrada desacompanhada na sala de emergência apresentando quadro de rigidez muscular de início súbito associada à disartria e trismo. Acesse e veja o desenrolar do caso!

4 – Paciente com tinnitus e vertigem por 2 anos

Em quarto lugar, temos um caso publicado pelo neurologista Felipe Nóbrega, onde M.S.F., 48 anos, sexo feminino, natural do Rio de Janeiro, do lar descreve que há dois anos iniciou quadro de tinnitus á esquerda e vertigem, de leve intensidade, que ocorria numa frequência de duas a três vezes por semana. Confira o caso clínico!

5 – Qual diagnóstico desta doença?

O último caso é do nosso especial de carnaval, quando o médico Marcelo Gobbo trouxe o caso da paciente chamada EBS, 29 anos, feminino, diarista, natural e procedente de Belém, casada. Referiu febre baixa vespertina há duas semanas, associada à mialgia astenia e sudorese noturna. Veja o caso especial de carnaval aqui!

Veja mais da nossa retrospectiva PEBMED:

Relacionados