Neurologia

Risco de acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico após ataque isquêmico transitório (AIT)

Tempo de leitura: 3 min.

O acidente isquêmico transitório (AIT) é uma emergência neurológica porque os pacientes com AIT de base temporal e AVC não incapacitante apresentam risco aumentado de AVC recorrente, especialmente nos dias seguintes ao evento.

O risco de AVC após AIT parece variar de acordo com vários fatores, incluindo tempo após o evento índice, presença de patologias vasculares e a presença de infarto agudo na ressonância magnética.

Leia também: ACC 2021: oclusão do apêndice atrial esquerdo reduz ocorrência de AVC?

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas
Cadastrar Login

Os primeiros dias após o evento

O risco de AVC é maior nos primeiros dias após um AIT, variando de 1,5 a 3,5% nas primeiras 48 horas. 

Como exemplo, um estudo que analisou quatro coortes de pacientes que tiveram AVC isquêmico recente descobriu que os AITs ocorreram com mais frequência nas 48 horas anteriores ao AVC. Outro estudo descobriu que o risco de AVC ocorrendo dentro de 24 horas de um AIT provável ou definitivo foi de aproximadamente 5%.

De todos os AVCs durante os 30 dias após um primeiro AIT, 42% ocorreram nas primeiras 24 horas. Isso pode ser uma superestimativa relacionada à dificuldade de distinguir um único evento isquêmico (acidente vascular cerebral) com sintomas flutuantes de eventos separados (AIT seguido de acidente vascular cerebral) em um curto período de tempo. No entanto, essas observações ressaltam o alto risco inicial de desenvolver um déficit permanente após sintomas isquêmicos transitórios e a importância da avaliação urgente, estratificação de risco e tratamento.

Dada esta janela de tempo curta e alto risco de AVC (1,5 a 3,5 por cento nas primeiras 48 horas após a AIT), a avaliação neurológica e a intervenção para AIT devem ocorrer com urgência. 

O reconhecimento e a avaliação urgente dos casos podem identificar os pacientes que podem se beneficiar da terapia preventiva ou da revascularização de grandes vasos, como a artéria carótida.

Como exemplos, os AITs premonitórios do território carotídeo ocorrem em aproximadamente 50 a 75 por cento dos pacientes com AVC isquêmico de doença carotídea extracraniana e os AITs vertebrobasilares estão associados a um risco de AVC ou morte subsequente semelhante ou possivelmente superior a que é visto com AITs carotídeos.

O risco de AVC após o AIT está diminuindo com o tempo? 

Em um relatório de 2016 do projeto TIAregistry.org, um registro multinacional prospectivo de mais de 4.700 pacientes com AIT ou AVC minor (definido por uma pontuação da escala de Rankin modificada de 0 ou 1 quando avaliada pela primeira vez), os riscos estimados de AVC em 2, 30, 90 e 365 dias após o evento de índice foram 1,5, 2,8, 3,7 e 5,1 por cento, respectivamente. 

Em um estudo de acompanhamento de 2018, o risco estimado de AVC cinco anos após o evento índice foi de 9,5 por cento. Essas taxas são menores do que as relatadas anteriormente, possivelmente devido à implementação mais rápida de estratégias mais novas e eficazes para a prevenção secundária do AVC isquêmico; o registro incluiu apenas locais com sistemas dedicados para a avaliação urgente de AIT, e a maioria dos pacientes foi vista por um especialista em AVC dentro de 24 horas do início dos sintomas. 

Os fatores de risco independentes para AVC recorrente foram múltiplos infartos em imagens cerebrais, aterosclerose de grandes artérias e uma pontuação ABCD2 de 6 ou 7. 

Saiba mais: SUS incorpora trombectomia mecânica no tratamento de AVC isquêmico

Uma revisão sistemática e meta-análise de 68 estudos publicados de 1971 a janeiro de 2020 que incluíram mais de 200.000 pacientes descobriram que o risco de AVC após AIT foi de 2,4 por cento em dois dias, 3,8 por cento em sete dias, 4,1 por cento em 30 dias e 7,4 por cento dentro de 90 dias.

A incidência de AVC foi menor entre as populações de estudo inscritas após 1999. Da mesma forma, em um estudo de coorte longitudinal de base populacional do Framingham Heart Study que incluiu mais de 14.000 participantes de 1948 a 2017 sem histórico de AIT ou AVC no início do estudo, o risco de AVC após AIT foi menor na época de 2000 a 2017 em comparação com 1948 a 1985. 

Como mensagem principal, para prevenir o AVC após um AIT, é recomendado obter a avaliação diagnóstica e iniciar o tratamento adequado sem demora, de preferência dentro de um dia após o evento isquêmico.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Amarenco P, Lavallée PC, Labreuche J, et al. One-Year Risk of Stroke after Transient Ischemic Attack or Minor Stroke. N Engl J Med 2016; 374:1533. doi10.1056/NEJMoa1412981
  • Shahjouei S, Sadighi A, Chaudhary D, et al. A 5-Decade Analysis of Incidence Trends of Ischemic Stroke After Transient Ischemic Attack: A Systematic Review and Meta-analysis. JAMA Neurol 2021; 78:77. doi10.1001/jamaneurol.2020.3627
Compartilhar
Publicado por
Felipe Resende Nobrega

Posts recentes

Intubação na escassez de sedativo: quais as alternativas medicamentosas? [podcast]

Neste episódio, o Dr. Filipe Amado falará sobre como realizar intubação no cenário de escassez…

8 horas atrás

Diagnóstico de mieloma múltiplo: o papel dos exames de imagem

O mieloma múltiplo (MM) é uma neoplasia hematológica que resulta da proliferação clonal de plasmócitos…

9 horas atrás

5 mnemônicos para salvar o plantão

Os mnemônicos, que já são consagrados como estratégia de estudo, também podem nos ajudar na…

10 horas atrás

Tapentadol x Oxicodona para controle da dor pós-operatória

A busca por um opioide com maior perfil de segurança para dor pós-operatória é altamente…

11 horas atrás

Dor no ombro após cirurgia de vesícula: foi a posição?

A dor no ombro é uma queixa bastante frequente após a cirurgia laparoscópica. Foi estudada…

12 horas atrás

Micofenolato de mofetila no manejo inicial da púrpura trombocitopênica imune

Púrpura trombocitopênica imune é uma condição autoimune que autoanticorpos antiplaquetários promovem a destruição das plaquetas…

13 horas atrás