Risco de síndrome do túnel do carpo grave de novo após ooforectomia bilateral

A síndrome do túnel do carpo é o conjunto de sinais e sintomas causados ​​pela compressão do nervo conforme ele progride pelo túnel do carpo.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

A síndrome do túnel do carpo é definida como o conjunto de sinais e sintomas causados ​​pela compressão do nervo mediano conforme ele progride pelo túnel do carpo. Os pacientes relatam dor e parestesia, nos casos considerados graves podem haver fraqueza na abdução e oposição do polegar e atrofia da eminência tenar.

Leia também: Devemos realizar ooforectomia bilateral durante a histerectomia por doença benigna?

Risco de síndrome do túnel do carpo grave de novo após ooforectomia bilateral

Causalidade da síndrome do túnel do carpo

Fatores de risco bem estabelecidos são: obesidade, diabetes, gravidez, artrite reumatoide, hipotireoidismo, doenças do tecido conjuntivo, mononeuropatia mediana preexistente, predisposição genética, e uso de inibidor de aromatase.

O maior acometimento do sexo feminino

A prevalência estimada da síndrome na população em geral é de 1 a 5 por cento. A síndrome é mais frequente no sexo feminino, estimada em 3 mulheres para cada homem.

Uma possível explicação para o predomínio feminino é anatômica. A área transversal do túnel do carpo proximal é menor nas mulheres do que nos homens. Além disso, há uma suspeição de que as mulheres que desenvolvem a síndrome podem ter essas áreas transversais menores do que as mulheres que não desenvolvem.

O uso de inibidores da aromatase parece estar associado a um risco aumentado de artralgias e da síndrome. Um ensaio que avaliou mais de 6.000 mulheres com câncer de mama descobriu que a doença se desenvolveu significativamente mais frequentemente em pacientes designados para o inibidor da aromatase anastrozol do que naqueles designados para tamoxifeno (2,6 versus 0,7 por cento) Os resultados sugeriram que o mecanismo associado ao inibidor da aromatase é o espessamento do tendão.

Novas evidências divulgadas pela revista norte-americana Menopause

Recentemente, a revista da North American Menopause Society divulgou um estudo trazendo um novo fator de risco para a síndrome do túnel do carpo: a ooforectomia bilateral.

O estudo foi desenhado como uma coorte populacional e incluiu 1.653 mulheres na pré-menopausa que foram submetidas a ooforectomia bilateral por indicação não maligna entre 1988 e 2007, e uma amostra aleatória de 1.653 mulheres de referência da mesma idade que não foram submetidas a ooforectomia bilateral em Olmsted, Estados Unidos. Os diagnósticos da doença atribuídos a mulheres ao longo de toda a sua vida foram identificados nestas duas coortes. 

Saiba mais: Câncer de mama: inibidores de aromatase são boa opção para prevenção?

O trabalho considerou que ooforectomia bilateral foi associada a um risco aumentado da forma grave de síndrome do túnel do carpo (razão de risco ajustada 1,65, intervalo de confiança de 95% 1,20-2,25). O risco foi sugestivamente maior em mulheres com índice de massa corporal inferior, nuliparidade e com indicação ovariana benigna de ooforectomia (interações não significativas). Não foi observado efeito protetor da terapia com estrogênio após a ooforectomia. 

O novo trabalho faz a ressalva de que a associação pode pode ter fatores de confundimento, e que os mecanismos biológicos precisos que explicam a associação e a ausência de um efeito atenuante da terapia com estrogênio devem ser mais investigados.

Referências bibliográficas:

  • Sestak I, Sapunar F, Cuzick J. Aromatase inhibitor-induced carpal tunnel syndrome: results from the ATAC trial. J Clin Oncol 2009; 27:4961-5. doi10.1200/JCO.2009.22.0236
  • Starlinger J, Schrier VJMM, Smith CY, Song J, Stewart EA, Rocca LG, Amadio PC, Rocca WA. Risk of de novo severe carpal tunnel syndrome after bilateral oophorectomy: a population-based cohort study. Menopause2021 May 24.  doi: 10.1097/GME.0000000000001804. 
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão