Página Principal > Colunistas > Smartphones e computadores aumentam incidência da Doença do Olho Seco em crianças

Smartphones e computadores aumentam incidência da Doença do Olho Seco em crianças

Em estudo científico publicado no Journal of Pediatric Ophthalmology and Strabismus, os pesquisadores reuniram importantes evidências de que o uso indiscriminado dos modernos celulares (smartphones), tablets e computadores, está causando um aumento na incidência da doença do olho seco em crianças.

A doença do olho seco é caracterizada por uma deficiência da lágrima, e como o próprio nome diz, provoca o ressecamento dos olhos. Os principais sintomas são ardência e prurido oculares, visão turva, hiperemia ocular e dores de cabeça. Porém, nem sempre os sintomas são tão evidentes. Segundo os pesquisadores, muitas vezes as únicas alterações percebidas são aquelas decorrentes da redução da visão, como queda no rendimento escolar e sensação de “cansaço” ocular, o que gera redução na qualidade de vida da criança.

Todas essas alterações estão associadas ao uso exagerado dos celulares e computadores. De acordo com o estudo, quanto mais horas de uso diárias, maior a intensidade do ressecamento.

O desequilíbrio provocado por esses eletrônicos no filme lacrimal baseia-se principalmente na sensível redução do número de vezes em que o usuário pisca os olhos. O ato de piscar é fundamental para a renovação do filme lacrimal. Durante o uso dos smartphones ou tablets, a criança pisca, em média, em torno de 4 a 5 vezes a cada minuto, quando o normal seriam cerca de vinte piscadas nesse mesmo período.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Especialistas afirmam que o uso desse tipo de tecnologia por crianças deve se limitar a quinze minutos diários. A Sociedade Americana de Pediatria recomenda que crianças abaixo dos dois anos de idade não sejam expostas a esse tipo de tecnologia. Portanto, é fundamental ficarmos mais atentos com o uso dos equipamentos eletrônicos, para que os olhos de nossas crianças continuem saudáveis como devem ser.

Autor:

Referência:

  • https://www.healio.com/ophthalmology/journals/jpos/2014-3-51-2/%7B2fcbe074-2c16-4f53-aa00-461e71507c5d%7D/smartphones-video-display-terminals-and-dry-eye-disease-in-children

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.