Sonic Hedgehog, o vilão Robotnik e a Neurociência

O gene hedgehog (hh) foi primeiro identificado nos clássicos estudos de Eric Wieschaus e Christiane Nüsslein-Volhard em Heidelberg, publicados em 1978.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Sonic the Hedgehog é uma franquia de jogos criado pela Sega e protagonizada por seu mascote Sonic the Hedgehog que fez muito sucesso na década de 90. A série contava as aventuras de Sonic, um ouriço azul com a habilidade de correr em alta velocidade, que deveria impedir os planos do cientista Dr. Ivo ”Eggman” Robotnik de dominar o mundo.

Nessa mesma década, Sonic the Hedgehog, o já popular herói azul e com espinhos nas costas, deu seu nome a uma proteína que é responsável pela proliferação e diferenciação de células-tronco neurais, responsável por controlar o tamanho e a forma das estruturas cerebrais durante o rápido desenvolvimento embrionário.

O gene hedgehog (HH) foi primeiro identificado nos clássicos estudos de Eric Wieschaus e Christiane Nüsslein-Volhard em Heidelberg, publicados em 1978. Essas investigações renderam a eles o Prêmio Nobel de 1995, junto do geneticista Edward B. Lewis, por identificar os genes que controlam o padrão de segmentação nos embriões de Drosophila melanogaster (mosca-de-frutas). O fenótipo mutante com perda de função do gene HH gera embriões cobertos de dentículos (pequenas projeções pontiagudas, como espinhos), lembrando um ouriço (em inglês, hedgehog), por isso o nome em homenagem ao jogo.

Pesquisas com o objetivo de encontrar um hedgehog equivalente em mamíferos revelaram três genes homólogos. Os dois primeiros a serem descobertos, desert hedgehog e indian hedgehog, receberam o nome de espécies de ouriços, enquanto o sonic hedgehog ganhou o nome do personagem de videogame, sendo cada um dos três expressos em diferentes fases do desenvolvimento embrionário em diferentes tecidos e podendo ter funções biológicas distintas. Apesar do funcionamento da via Hedgehog (HH) ter sido, inicialmente, descrito em Drosophila, grande parte dos componentes desta via são preservados em humanos.

A família de sinalizadores proteicos Hedgehog (HH) desempenha um papel de destaque no desenvolvimento embrionário de invertebrados e vertebrados, através da secreção de proteínas que controlam autocrina e paracrinamente, a proliferação e diferenciação celular, desempenhando um papel importante na fina regulação da organogênese em vertebrados, como o crescimento dos dedos nos membros e desenvolvimento cerebral.

A SHH é o ligante mais bem estudado da via de sinalização hedgehog. Muitos defeitos embrionários e doenças resultam de mutações nesta via, de modo que a regulação temporal e espacial da sinalização SHH é essencial para a organogênese adequada. SHH continua também importante em adultos, controlando a divisão celular de células-tronco adultas, podendo causar a proliferação do número normalmente pequeno de células-tronco neurais adultas no hipocampo, além de estar associada ao desenvolvimento de alguns tipos de câncer. A sua ação pode ser inibida por uma molécula conhecida como Robotnikinin (isso mesmo, o vilão do jogo). Dessa forma a proteína tem importância tanto na resposta à células trono embrionárias, como em células-tronco de adultos.

Mais do autor: ‘Uso de AAS previne hemorragia subaracnoidea?’

As primeiras evidências de envolvimento da via SHH no desenvolvimento de tumores foi demonstrado em Carcinomas Basocelulares (CBC) esporádicos e associados à Síndrome do Carcinoma Basocelular Nevóide (SCBCN). Desde então, a mutação da via HH tem sido relacionada com um número crescente de tumores humanos, como câncer de próstata, estômago, sistema nervoso, pulmão, cólon, esôfago e pâncreas.

Segundo os autores, esta proteína SHH é responsável por cerca de 30% de todos os meduloblastomas e é uma via ativada em cerca de um terço de todos os cânceres em humanos. Embora a via de sinalização da proteína SHH apresente claramente um papel fundamental em muitos meduloblastomas, o mecanismo básico pelo qual é controlada não tinha ainda sido clarificado. Pouco se sabe sobre o mecanismo pelo qual o ligante HH atua nas células cancerígenas, mas tem sido sugerido que a superexpressão de ligante HH também pode exercer papel relevante para a proliferação e sobrevivência do tumor e metástases.

Um grande desafio para o potencial valor terapêutico de células-tronco embrionárias e adultas é compreender como essa regulação molecular acontece. Sabendo-se dessa participação da via SHH no desenvolvimento e progressão tumoral, muitos estudos, atualmente, analisam a interferência terapêutica nessa via, podendo reduzir a proliferação das células tumorais ou possibilitando a regeneração neuronal. Assim, um campo de pesquisa promissor surge, abrindo a possibilidade para futuros tratamentos para doenças Alzheimer, Parkinson e Huntington ou no tratamento de lesões pós-trauma crânio encefálico.

É médico e quer ser colunista da PEBMED? Clique aqui e inscreva-se!

Referências:

  • Tickle C, Towers M. Sonic Hedgehog Signaling in Limb Development. Frontiers in Cell and Developmental Biology. 2017;5:14.
  • Gilbertson RJ: Medulloblastoma: Signalling a change in treatment. Lancet Oncol 5:209-218, 2004.
  • Evans DG, Oudit D, Smith MJ, et al First evidence of genotype–phenotype correlations in Gorlin syndrome Journal of Medical Genetics Published Online First: 08 June 2017.
  • Stanton BZ1, Peng LF. Small-molecule modulators of the Sonic Hedgehog signaling pathway. Mol Biosyst. 2010 Jan;6(1):44-54.
  • Vijay Ramaswamy, Michael D. Taylor Medulloblastoma: From Myth to Molecular. J Clin Oncol. 2017.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades

Tags