Spray é nova opção para tratamento da hemorragia digestiva baixa

O hemorragia digestiva baixa (HDB) atinge a região inferior do trato intestinal. Entre as causas mais comuns estão diverticulose, gastrite, câncer, etc.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A hemorragia digestiva baixa (HDB) é o sangramento que atinge a região inferior do trato intestinal (intestino grosso, reto, ânus, etc.) Entre as causas mais comuns estão diverticulose, gastrite, câncer colorretal, fissura e hemorroida. O diagnóstico é realizado por meio de exames de colonoscopia, enteroscopia, anuscopia, entre outros. O tratamento muitas vezes requer intervenção cirúrgica, cujo objetivo é estancar a origem do sangramento (colectomia, ressecção segmentar do colon, e outras).

Leia mais: Sangramento anal: o que é, causas e como diagnosticar corretamente

Um novo método está em fase de desenvolvimento no Canadá e seu uso foi aprovado nos Estados Unidos pela Food and Drugs Administration (FDA); trata-se de um spray hemostático (TC-325) que age na diminuição da hemorragia. Estudos anteriores comprovaram a eficácia do produto no tratamento da hemorragia digestiva alta mas até o momento não havia pesquisas relacionadas à HDB.

disbiose intestinal

Spray hemostático x hemorragia digestiva baixa

Um levantamento recente, publicado no começo de novembro no periódico Gastrointestinal Endoscopy Journal, testou a eficácia e a segurança do TC-325 em pacientes com hemorragia digestiva baixa. O estudo prospectivo, multicêntrico e randômico selecionou 50 pacientes diagnosticados com a doença, seis inclusive estavam sob terapia com antiagregantes. Os desfechos primários observados foram efeitos colaterais associados ao uso do spray hemostático; os desfechos secundários incluíram hemostase, sangramento recorrente e morte. O tempo de follow up foi de 30 dias.

Resultados

A maioria dos pacientes teve pelo menos um episódio de sangramento (96%) devido à polipectomia. No total, o spray foi aplicado como monoterapia em 25% dos pacientes, como terapia adjuvante em 42,3% dos casos e como terapia de resgate em 32,7% dos participantes. A hemostase (cessação da hemorragia) foi alcançada em 98% dos pacientes. Um participante morreu durante a pesquisa, porém as causas não eram diretamente ligadas ao spray hemostático.

Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.

Especialidades