TCE está associado a um aumento do risco de suicídio?

Em artigo recente do Journal of the American Medical Association (JAMA) pesquisadores investigaram a relação entre TCE e o risco de suicídio.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O traumatismo crânioencefálico (TCE) pode ter sérias consequências a longo prazo, incluindo transtornos psiquiátricos e até demência. Em artigo recente do Journal of the American Medical Association (JAMA), publicado em agosto, pesquisadores investigaram a relação entre TCE e o risco de suicídio.

Para esse estudo dinamarquês de coorte retrospectivo foram utilizados os dados do registro nacional com 7.418.391 indivíduos (≥ 10 anos) residentes na Dinamarca (1980-2014), com follow-up de 164.265.624 pessoas-anos; 567.823 (7,6%) sofreram um TCE. O desfecho primário foi o suicídio.

LEIA MAIS: Suicídio entre médicos está crescendo. Precisamos falar sobre isso

traumatismo

TCE e risco de suicídio

No total, 34.529 indivíduos morreram por suicídio (idade média de 52 anos; 32,7% mulheres); destes, 3.536 (10,2%) tiveram contato com um médico: 2.701 com TCE leve, 174 com fratura craniana sem TCE documentado e 661 com TCE grave.

A taxa absoluta de suicídio foi de 41 por 100.000 pessoas-anos (IC 95%: 39,2 a 41,9) entre aqueles com TCE vs 20 por 100.000 pessoas-anos (IC 95%: 19,7 a 20,1) entre aqueles sem diagnóstico de TCE. A taxa de incidência ajustada (incidence rate ratio, IRR) foi de 1,90 (IC 95%: 1,83 a 1,97).

Em comparação com aqueles sem traumatismo, o TCE grave foi associado a uma IRR de 2,38 (IC 95%: 2,20 a 2,58), o TCE leve a uma IRR de 1,81 (IC 95%: 1,74 a 1,88) e a fratura craniana sem TCE documentado a uma IRR de 2,01 (IC 95%: 1,73 a 2,34).

O risco de suicídio foi associado ao número de contatos médicos por TCE (P < .001):

  • 1 contato por TCE: taxa absoluta de 34,3 por 100.000 pessoas-anos (IC 95%: 33,0 a 35,7; IRR: 1,75 [1,68 a 1,83]);
  • 2 contatos por TCE: taxa absoluta de 59,8 por 100.000 pessoas-anos (IC 95%: 55,1 a 64,6; IRR: 2,31 [2,13 a 2,51];
  • 3 ou mais contatos por TCE: taxa absoluta de 90,6 por 100000 pessoas-anos (IC 95%: 82,3 a 98,9; IRR: 2,59 [2,35 a 2,85]).

O risco de suicídio é maior nos primeiros seis meses, com uma IRR de 3,67 (IC 95%: 3,33 a 4,04); após sete anos, a IRR foi de 1,76 (IC 95%: 1,67 a 1,86).

LEIA MAIS: Escala de Coma de Glasgow – o que mudou e pode revolucionar a avaliação de TCE

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Madsen T, Erlangsen A, Orlovska S, Mofaddy R, Nordentoft M, Benros ME. Association Between Traumatic Brain Injury and Risk of Suicide. JAMA. 2018;320(6):580–588. doi:10.1001/jama.2018.10211

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.

Especialidades