Covid-19

Terapia inalatória com óxido nitroso em gestantes com Síndrome Respiratória Grave devido à Covid-19

Tempo de leitura: 2 min.

O manejo das gestantes com síndrome respiratória grave devido à Covid-19 ainda é um desafio para os obstetras, infectologistas e intensivistas. De acordo com Narang (2020), as alterações fisiológicas gestacionais tornam as gestantes mais suscetíveis a desenvolverem a forma grave da Covid-19. Além disso, elas apresentam maior chance de desfechos gestacionais desfavoráveis, como parto prematuro, pré-eclâmpsia e maiores índices de cesárea.

Leia também: Prognóstico e evolução na síndrome inflamatória multissistêmica associada à Covid-19

Análise recente

Em dezembro de 2020 foi publicado no Open Journal of Obstetrics and Gynecology um estudo realizado no Massachusetts General Hospital. As gestantes classificadas com síndrome respiratória grave ou severa, acordadas e com respiração espontânea, foram submetidas a terapêutica inalatória com óxido nitroso por 30 a 60 minutos. Com o objetivo de avaliar uma opção terapêutica segura para as gestantes no manejo da insuficiência respiratória causada pelo Sars-CoV-2.

Conclusão

Apesar de ser um estudo preliminar, e com um número de participantes ainda pequeno, é plausível o uso de óxido nitroso em gestantes com insuficiência respiratória devido à Covid-19. A terapêutica é bem tolerada e apresentou melhora na oxigenação e no padrão respiratório das pacientes no estudo. Por ser uma doença nova, muitos estudos ainda são necessários, porém neste pequeno trabalho, ficou clara uma opção segura para o manejo de insuficiência respiratória nas gestantes infectadas pelo Sars-CoV-2.

Saiba mais: ATS 2021: síndrome pós-Covid-19 e reabilitação pulmonar

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Safaee Fakhr B, Wiegand SB, Pinciroli R, Gianni S, Morais CCA, Ikeda T, Miyazaki Y, Marutani E, Di Fenza R, Larson GM, Parcha V, Gibson LE, Chang MG, Arora P, Carroll RW, Kacmarek RM, Ichinose F, Barth WH Jr, Kaimal A, Hohmann EL, Zapol WM, Berra L. High Concentrations of Nitric Oxide Inhalation Therapy in Pregnant Patients With Severe Coronavirus Disease 2019 (COVID-19). Obstet Gynecol. 2020 Dec;136(6):1109-1113. doi: 10.1097/AOG.0000000000004128
  • Narang K, Enninga EAL, Gunaratne MDSK, Ibirogba ER, Trad ATA, Elrefaei A, Theiler RN, Ruano R, Szymanski LM, Chakraborty R, Garovic VD. SARS-CoV-2 Infection and COVID-19 During Pregnancy: A Multidisciplinary Review. Mayo Clin Proc. 2020 Aug;95(8):1750-1765. doi: 10.1016/j.mayocp.2020.05.011.
Compartilhar
Publicado por
Letícia Suzano Lelis Bellusci

Posts recentes

ACSCC 2021: autonomia do residente, a próxima fronteira da educação cirúrgica 

Uma das mesas redondas inaugurais do ACSCC 2021 abordou uma das temáticas centrais em educação…

17 minutos atrás

Prevalência de anafilaxia por amendoim em uma coorte: European Anaphylaxis Registry

Na faixa etária pediátrica e em adultos jovens, um alimento comumente relacionado às alergias alimentares…

1 hora atrás

É necessário realizar ultrassom obstétrico de rotina no terceiro trimestre de gestação?

Nas últimas décadas tem-se aumentado a facilidade de solicitar ultrassom obstétrico, mas o quão necessário…

3 horas atrás

Orientações da nova diretriz de manejo da ascite e complicações na cirrose

Recomendações da diretriz da Associação Americana para Estudo das Doenças do Fígado (AASLD) sobre o…

21 horas atrás

Uso de amoxicilina para o tratamento de infecções torácicas em crianças apresenta poucos efeitos

Há poucas evidências sobre a eficácia dos antibióticos prescritos infecções não complicadas do trato respiratório…

2 dias atrás

Whitebook: sangramento vaginal

Essa semana em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision vamos falar…

2 dias atrás