Página Principal > Gastroenterologia > Tofacitinib oral é aprovado para tratamento de retocolite ulcerativa
medicamento

Tofacitinib oral é aprovado para tratamento de retocolite ulcerativa

Tempo de leitura: 2 minutos.

No final de maio, a Food and Drug Administration (FDA), agência americana para controle de medicamentos, aprovou o uso de tofacitinib (nome comercial: Xeljanz®) no tratamento de adultos com retocolite ulcerativa moderada a grave. Esse é o primeiro medicamento oral aprovado para uso crônico nesta indicação.

A eficácia do tofacitinib foi demonstrada em três ensaios clínicos. Dois ensaios de 8 semanas controlados com placebo mostraram que 10 mg de tofacitinib administrados duas vezes por dia induziram a remissão em 17 a 18% dos doentes. Em um ensaio controlado por placebo entre pacientes que obtiveram a resposta clínica na 8ª semana, uma dose de 5 mg ou 10 mg duas vezes ao dia de tofacitinib foi eficaz em induzir a remissão na 52ª semana em 34% e 41% dos pacientes, respectivamente. Entre os pacientes que alcançaram a remissão após a 8ª semana de tratamento, 35% e 47% alcançaram remissão sustentada livre de corticosteroides quando tratados com 5 mg e 10 mg, respectivamente.

LEIA MAIS: FDA aprova o AndexXa, primeiro antídoto para inibidores do fator Xa

Os eventos adversos mais comuns associados foram:

  • Diarreia
  • Níveis elevados de colesterol
  • Dor de cabeça
  • Herpes zoster
  • Creatina fosfoquinase elevada
  • Nasofaringite
  • Erupção cutânea
  • Infecção do trato respiratório superior

O uso do tofacitinib em combinação com terapias biológicas para retocolite ulcerativa ou com imunossupressores potentes (azatioprina e ciclosporina) não é recomendado.

Retocolite ulcerativa

A retocolite ulcerativa é uma doença inflamatória intestinal crônica que afeta o cólon. Os sintomas incluem dor abdominal, diarreia com sangue, fadiga, perda de peso e febre. Atualmente, não há cura para essa condição.

Acesse mais de 900 modelos de prescrição para uma rotina médica mais prática. Baixe aqui o Whitebook.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.