Pediatria

Uso de cetamina intranasal na Emergência Pediátrica

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A cetamina é um medicamento sedativo e analgésico seguro e amplamente utilizado em departamentos de emergência pediátrica. Entretanto sua administração intranasal (IN) ainda não é disseminada em pediatria.

Cetamina intranasal na pediatria

Dessa forma, com o objetivo de avaliar as percepções do pediatra e os resultados decorrentes da administração de doses variadas de cetamina IN para ansiólise, sedação ou analgesia em crianças, Guthrie e colaboradores (2019) conduziram o estudo Use of Intranasal Ketamine in Pediatric Patients in the Emergency Department, publicado em julho na revista Pediatric Emergency Care.

Leia também: 

Metodologia

Os autores realizaram um estudo prospectivo associado a revisão de prontuários de 196 pacientes pediátricos com idade igual ou superior a 6 meses admitidos no período de janeiro a maio de 2018 em uma emergência pediátrica americana e que receberam cetamina IN. O objetivo primário foi determinar a satisfação do pediatra com o uso da cetamina IN. Os objetivos secundários incluíram a comparação dos desfechos estratificados por dose, eventos adversos, avaliação de insucesso do tratamento e tempo de permanência na Emergência Pediátrica. 

Resultados

Os pediatras ficaram muito confortáveis ​​com o uso da cetamina IN (escore 100/100), muito satisfeitos com sua eficácia (escore 90/100) e satisfeitos com o conforto do paciente (escore 75/100). O conforto do paciente foi otimizado quando as doses empregadas estavam entre 3,0 e 5,0 mg/kg. Quinze pacientes (7,7%) não tiveram sucesso com a administração de cetamina IN e necessitaram de outros sedativos para a execução do procedimento (40% dessas falhas com o uso de cetamina IN ocorreram durante a realização de procedimentos ortopédicos). No geral, a taxa de eventos adversos foi de 6%, porém estes efeitos foram considerados pequenos [náuseas (n = 3; 1,5%), tontura (n = 2; 1%) e sonolência (n = 2; 1%)]. Nenhum paciente necessitou de suporte ventilatório ou intubação endotraqueal.

Saiba mais: Erros relacionados ao uso de medicamentos na emergência pediátrica: você sabe como reduzir?

Em uma análise secundária, 232 pacientes que receberam cetamina IN foram comparados a 263 pacientes que haviam sido submetidos a sedação completa com outros medicamentos por via intravenosa (IV) antes de procedimentos no ano anterior (janeiro a junho de 2017). O tempo médio de internação foi significativamente menor no grupo cetamina IN (238 minutos versus 332 minutos).

Conclusão

Os autores concluíram que a cetamina IN foi capaz de proporcionar ansiólise, sedação e analgesia seguras e bem-sucedidas em pacientes pediátricos no departamento de Emergência Pediátrica. Apesar de o estudo apresentar uma metodologia fraca para a avaliação do tempo médio de internação com o uso de cetamina IN, os pesquisadores puderam demonstrar que o uso da cetamina IN reduziu os recursos necessários para tornar as crianças confortáveis ​​para os procedimentos, e os pediatras ficaram satisfeitos com seus efeitos no conforto do paciente. A maioria dos pacientes que apresentou insucesso com o uso de cetamina IN foi submetida a procedimentos mais demorados e dolorosos, o que justifica a necessidade da associação de outros medicamentos EV. 

Autora: 

Referências:

Compartilhar
Publicado por
Roberta Esteves Vieira de Castro

Posts recentes

Confira: Profilaxia de TVP atualizado

O Whitebook teve 97 conteúdos atualizados, entre eles Profilaxia de TVP. Saiba os detalhes da…

7 horas atrás

Interpretação da Troponina. Como avaliar o exame? [vídeo]

No episódio de hoje, confira o bate-papo entre especialistas sobre a indicação da troponina. Quando…

8 horas atrás

Medicina Baseada em Evidências: como avaliar um guideline?

Os guidelines são importantes instrumentos na prática médica e em outras profissões relacionadas aos cuidados…

9 horas atrás

Covid-19: OPAS/OMS alerta sobre o uso racional de testes de diagnóstico

A OPAS/OMS emitiu um alerta epidemiológico sobre o uso e priorização dos testes diagnósticos (antígeno…

9 horas atrás

Atopia: o que é e como os probióticos auxiliam no tratamento

A atopia é marcada pela presença de anticorpos imunoglobulina E específicos para alérgenos séricos ou…

11 horas atrás

Covid-19: o que esperar para o futuro?

Depois de dois anos de pandemia de Covid-19, ainda existem muitas incertezas sobre o que…

12 horas atrás