Página Principal > Medicina Interna > Uso do ferro em dias alternados é melhor que diário em mulheres com anemia ferropriva?

Uso do ferro em dias alternados é melhor que diário em mulheres com anemia ferropriva?

Tempo de leitura: 2 minutos.

O uso diário de ferro (atualmente recomendado nas diretrizes como tratamento para anemia ferropriva) pode aumentar a hepcidina sérica e diminuir a absorção do mineral nas doses subsequentes. Em novo artigo do The Lancet, publicado essa semana, pesquisadores compararam a absorção de ferro com suplementos administrados em dias consecutivos e alternados, e doses únicas versus duas doses por dia.

Nesse estudo randomizado prospectivo, pesquisadores incluíram 40 mulheres (idades entre 18 e 40 anos), da Suíça, com deficiência de ferro não grave ou moderada (níveis de ferro: 25 μg/L ou menos). As participantes receberam ferro (60 mg de FeSO4) em dias consecutivos durante 14 dias ou em dias alternados por 28 dias.

No final do tratamento, o grupo dos dias alternados apresentou maior absorção fracionada de ferro (21,8% vs. 16,3% no grupo de dias consecutivos; p = 0,0013), e também maior absorção total acumulada (175,3 mg vs. 131 mg; p = 0,0010). Durante os primeiros 14 dias de suplementação em ambos os grupos, a hepcidina sérica foi maior nas mulheres que receberam ferro todos os dias (p = 0,0031).

Leia também: ‘Uso de antiácido está relacionado com deficiência de ferro?’

Em seguida, 20 participantes receberam uma dose diária (120 mg) ou meia dose duas vezes ao dia por 3 dias consecutivos. Após 14 dias, os grupos trocaram de regime e repetiram o processo.

Não foram observadas diferenças significativas entre os níveis de absorção entre os dois regimes de dosagem. As doses divididas duas vezes ao dia resultaram em uma maior concentração de hepcidina (p = 0,013).

Em mulheres que têm deficiência de ferro, o uso diário de suplementos de ferro em doses divididas aumenta a hepcidina sérica e reduz a absorção de ferro. Com base nesses achados, os pesquisadores concluíram que fornecer suplementos de ferro em dias alternados e em doses únicas otimiza a absorção.

Você pode ler o artigo na íntegra nesse link.

E mais: ‘Baixos níveis de ferro podem estar por trás de novo tipo de enxaqueca’

Referências:

  • Iron absorption from oral iron supplements given on consecutive versus alternate days and as single morning doses versus twice-daily split dosing in iron-depleted women: two open-label, randomised controlled trials. The Lancet. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/S2352-3026(17)30182-5

2 Comentários

  1. Eu poderia usar esse mesmo raciocínio para as gestantes?

    • Ana Carolina Pomodoro

      Olá, Rômulo! O artigo não cita grávidas no estudo em questão. É importante verificar o que já temos de evidências para a população que você está destacando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.