Imunologia

Vacina contra HIV: testes em humanos começarão no Brasil

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A prevenção combinada é a estratégia atual de prevenção do HIV e inclui algumas ações como: prevenção da transmissão vertical, programas de redução de danos para usuários de álcool e outras substâncias, profilaxia pré-exposição (PrEP), profilaxia pós-exposição (PEP) e o tratamento de pessoas que já vivem com HIV.

Em breve, pode ser que a vacina contra o HIV se incorpore a esta lista. Após pesquisas iniciais, uma vacina contra o HIV considerada promissora entrará em uma fase avançada, de teste em humanos. 

O estudo, conhecido como Mosaico, será conduzido em aproximadamente 55 centros clínicos em oito países, inclusive no Brasil, contando com a participação de cerca de 3.800 indivíduos. O objetivo será avaliar se um regime de vacina experimental pode prevenir de forma segura a aquisição de HIV entre homens que fazem sexo com homens e transexuais. O estudo é conduzido pelo National Institutes of Health e parceiros, além de contar com o patrocínio Janssen Pharmaceutical Companies da Johnson & Johnson.

Saiba mais: Sobrevida de pessoas com HIV mais que dobrou nos últimos anos no Brasil

A vacina que será avaliada no Mosaico é administrada em quatro doses no período de um ano. A vacina mescla quatro vetores de adenovírus sorotipo 26, que libera um mosaico de antígenos de HIV (nas doses 1 e 4) e uma combinação de duas proteínas solúveis (nas doses 3 e 4).  Todos os participantes do estudo receberão um kit de prevenção do HIV, incluindo profilaxia pré-exposição (PrEP). 

Um outro estudo complementar, conhecido como IMBOKODO, a respeito de vacina contra o HIV, já está em andamento. Trata-se de um estudo clínico que avalia atualmente a eficácia da vacina em 2.600 mulheres de 18 a 35 anos em cinco países do sul da África. A expectativa é de que os testes do Mosaico iniciem até o fim deste ano. Os resultados iniciais do IMBOKODO e do Mosaico são esperados no final de 2021 e em 2023, respectivamente. 

Imagem do Ministério da Saúde
http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/previna-se

 

Referências:

Compartilhar
Publicado por
Dayanna de Oliveira Quintanilha

Posts recentes

Desafio diagnóstico de Guillain Barré: paresia de membros inferiores

A síndrome de Guillain-Barré apresenta muitos desafios na obtenção de um diagnóstico. Acompanhe os relatos…

4 horas atrás

Soluções para pacientes com fobias de ressonância magnética e tomografia

Realizar uma ressonância magnética ou tomografia costuma ser uma tarefa muito difícil para alguns pacientes.…

24 horas atrás

Whitebook – Demência Avançada

De acordo com o Whitebook Clinical Decision, a demência avançada é a fase final (e…

1 dia atrás

Revisão de guidelines para cistos pancreáticos

O acompanhamento de lesões císticas do pâncreas requer atenção constante do médico. Confira atualização recente…

2 dias atrás

Highlights International AIDS Conference 2022

Nesse episódio, confira os principais destaques do International AIDS Conference, o AIDS 2022. Não deixe…

2 dias atrás

Organizando a consulta: o guia Calgary-Cambridge

Em mais um texto da Série Comunicação Médica, vamos entender a importância da comunicação e…

2 dias atrás