Enfermagem

Vacinação contra Covid-19 em crianças e adolescentes com cardiopatia

Tempo de leitura: 2 min.

O Departamento Científico de Cardiologia (DCC) da Sociedade Brasileira de Pediatria e o Departamento de Cardiologia Pediátrica e Cardiopatias Congênitas (DCC/CP) da Sociedade Brasileira de Cardiologia se posicionaram em dezembro de 2021 sobre a vacinação de crianças e adolescentes com cardiopatia e divulgaram o seguinte.

Considerações importantes

  • A imunização de crianças a partir de 5 anos até 11 anos está aprovada pela Anvisa, no Brasil desde o dia 16 de dezembro de 2021, com a vacina Comirnaty (Pfizer/BioNTech);
  • Estudos desenvolvidos em diversos países, com a faixa etária de 5 a 11 anos, apresentarem resultados positivos evidenciando o alto nível de eficácia da vacina nessa população: (Pfizer/BioNTech) eficácia de 91% (IC95%, 67,7 a 98,3%);
  • A vacinação contra Covid-19 em adultos reduziu drastricamente o número de casos graves e mortes decorrentes da doença.
  • A vacinação da população pediátrica permite o retorno das atividades escolares de forma segura;
  • Os efeitos adversos provocados pela vacinação são majoritariamente leves como dor no local da injeção (70%), sensação de cansaço (40%) e dor de cabeça (28%), ocorrendo no 1º ou 2º dia pós vacina;
  • A taxa de casos de Miocardite ou Pericardite em adolescentes após a vacina é baixa, sendo de 1 caso para cada 10 mil vacinados, todos com desfechos favoráveis dentro de uma semana;
  • Na faixa etária de 5 a 11 anos, os Estados Unidos divulgaram uma taxa de 1 caso de Miocardite/Pericardite a cada 100 mil vacinados com a segunda dose da vacina Comirnaty (Pfizer/BioNTech);
  • A presença de cardiopatias, de origem congênita ou adquirida aumentam o risco de complicações e quadros graves de infecções respiratórias, diante da possibilidade de insuficiência cardíaca e hipoxemia;
  • Crianças e adolescentes com cardiopatias são considerados um grupo vulnerável para desenvolver formas graves de Covid-19;
  • Os efeitos adversos da vacinação contra Covid-19 em crianças e adolescentes cardiopatas são semelhantes aos de outras vacinas normalmente administradas nessa população;
  • Crianças e adolescentes cardiopatas possuem um risco de desenvolverem miocardite com a doença Covid-19 20 vezes superior ao risco de desenvolverem a mesma condição como efeito adverso da vacina;
  • Por fim, considera-se que a vacinação de crianças e adolescentes com comorbidades, inclusive as cardiopatias é segura e uma prioridade no Brasil e no mundo.

Saiba mais: Anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2 podem estar presentes no leite humano até 6 meses após a vacinação

Referências bibliográficas:

  • SBC. Posicionamento oficial conjunto do Departamento Científico de Cardiologia (DCC) da SBP e do Departamento de Cardiologia Pediátrica e Cardiopatias Congênitas (DCC/CP) da SBC em relação à vacinação de crianças de 5 a 11 anos portadoras de cardiopatias, contra a Covid-19 com a vacina Comirnaty (Pfizer/BioNTech), dez, 2021.
  • Safadi MA. The intriguing features of COVID-19 in children and its impact on the pandemic. J Pediatr (Rio J). 2020; 96(3):265-268. doi: 10.1016/j.jped.2020.04.001
  • ACIP meeting. November 2021. Epidemiology of COVID-19 in Children Aged 5-11 years.
  • Lima EJF, et al. Vacinas COVID-19 em crianças no Brasil: Uma questão prioritária de saúde pública. Departamentos Científicos de Infectologia e Imunizações. Sociedade Brasileira de Pediatria, Dez, 2021.
Compartilhar
Publicado por
Nathalia Schuengue

Posts recentes

Diazepam intrarretal após cirurgias de reconstrução pélvica

Foi publicado um estudo com a finalidade então de avaliar o uso de diazepam supositórios…

17 horas atrás

Governo Federal sanciona lei que cria bula digital e muda sistema de rastrear medicamentos

O Governo Federal sancionou a lei que obriga todo medicamento comercializado no Brasil a ter…

2 dias atrás

Modelo de reconhecimento de caligrafia para detectar doença de Parkinson é desenvolvido por adolescentes americanos

Foi publicado um estudo sobre o aprendizado de máquina baseado em um conjunto de algoritmos…

3 dias atrás

Highlights do ATS 2022 [podcast]

Confira os destaques do ATS 2022, um dos maiores encontros em pneumologia, cirurgia torácica e…

3 dias atrás

PEBMED e ILAS: terapia antimicrobiana na sepse [podcast]

Neste episódio, saiba mais sobre a terapia antimicrobiana na sepse. Confira!

3 dias atrás

Fernanda Pautasso esclarece os principais aspectos sobre enfermeiro navegador

Convidamos a Enfermeira Mestre Fernanda Pautasso para bater um papo super interessante sobre enfermeiro navegador.

3 dias atrás