Veja as principais recomendações da SBP para volta às aulas na pandemia pela Covid-19

Tempo de leitura: 2 min.

Em maio de 2020, a Sociedade Brasileira de Pediatria emitiu um anota de alerta acerca da volta às aulas no contexto da pandemia pela Covid-19. Seguem os principais pontos da publicação:

Considerações gerais

  • Em geral, as crianças não fazem parte dos grupos de risco para Covid-19;
  • No entanto, crianças abaixo de 5 anos — especialmente abaixo de 2 anos — têm maior taxa de hospitalização;
  • Crianças, mesmo assintomáticas, podem ser transmissoras da doença;
  • Existe a preocupação com o adoecimento das crianças e dos outros membros da família, ao passo que também há a apreensão pelo prejuízo da aprendizagem e sociabilização das crianças.

Leia também: Covid-19: Existe diferença na transmissão e imunidade de crianças e adultos?

Princípios

  • É importante que os pais e os professores se mantenham informados sobre as novidades acerca da Covid-19 por meio de fontes confiáveis, evitando as fake news;
  • Crianças e profissionais da educação com sintomas suspeitos não devem frequentar a escola;
  • A escola deve oferecer locais e insumos para a lavagem adequada de mãos, além da higienização frequente dos recintos e superfícies;
  • Os ambientes devem ser arejados;
  • Estimular atividades ao ar livre;
  • Evitar aglomerações;
  • Atividades coletivas devem ser evitadas;
  • Sempre que possível fazer uso do ensino à distância.

Distanciamento social

  • Se possível, reduzir o número de alunos por sala;
  • Alternar atividades presenciais com ensino à distância;
  • As turmas devem ter horários de entrada, intervalo e saída diferentes;
  • De acordo com a realidade de cada escola, a distância entre os alunos deve ser no mínimo 1 metro;
  • Tentar manter o distanciamento no transporte escolar;
  • Alunos imunocomprometidos ou com doenças crônicas devem, idealmente, receber ensino à distância;
  • Professores e funcionários pertencentes aos grupos de risco devem exercer suas funções à distância.

Saiba mais: Covid-19: Vacina contra poliomielite pode ajudar no combate ao novo coronavírus?

Medidas educativas

  • A escola deve ser comunicada caso o aluno ou familiar apresentar exame positivo para Covid-19, e o retorno do aluno às aulas só será permitido após 14 dias, a contar do primeiro dia dos sintomas;
  • A escola deve reservar um espaço isolado no caso de algum aluno ou funcionário apresentar sintomas de adoecimento;
  • Medidas de higiene devem ser reforçadas:
    • Lavagem frequente das mãos;
    • Manter lavatórios em bom funcionamento;
    • Disponibilizar álcool gel nas salas de aula, corredores, banheiros, entrada e saída da escola;
    • Desencorajar o uso de lenços de pano;
    • Orientar tossir ou espirrar no antebraço (com cotovelo dobrado) ou em lenços descartáveis;
    • Evitar contato com mucosas (olhos, boca, nariz);
    • Solicitar que cada estudante traga sua própria garrafa de água; proibir que bebam diretamente do bebedouro;
    • Promover o uso de máscaras nas crianças acima de 2 anos;
    • Troca de máscaras a cada 2-4 horas ou quando estiverem sujas, molhadas ou rasgadas;
  • A escola deve limpar os ambientes ao menos uma vez ao dia;
  • Limpar mais frequentemente os lugares de maior circulação de pessoas e os objetos mais manuseados (maçanetas, interruptores, teclados);
  • Pode-se usar soluções de álcool a 70% ou hipoclorito de sódio a 0,5% para a limpeza de superfícies.
  • A coleta de lixo deve ser frequente.

A escola é fundamental na formação do indivíduo. No contexto da pandemia pela Covid-19, deve também funcionar como um ambiente de conscientização e educação sobre as boas práticas para evitar a disseminação do vírus.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

Compartilhar
Publicado por
Gabriela Guimarães Moreira Balbi

Posts recentes

Ceratite infecciosa e lentes de contato: O que precisamos saber?

A ceratite infecciosa é a complicação mais séria que pode decorrer do uso de lentes…

18 horas atrás

Hemorragia intracraniana em pacientes que tomam anticoagulantes orais

A hemorragia intracraniana é potencialmente devastadora associada à terapia anticoagulante. Sua reversão é uma emergência. Saiba…

18 horas atrás

Covid-19: Pesquisa do Ministério da Saúde vai avaliar comportamento dos brasileiros durante a pandemia

A PrevCOV do Ministério da Saúde tem o objetivo de entender o comportamento da Covid-19…

20 horas atrás

Formigamento no dedo mínimo da mão: pode ser a síndrome do túnel cubital

A síndrome do túnel cubital é a segunda neuropatia compressiva mais comum (perde apenas para…

21 horas atrás

Eliminando o câncer de colo de útero em tempos de Covid-19

No ano de 2020, os 194 países da OMS foram convocados, pela primeira vez, a…

22 horas atrás

Covid-19: papel da homocisteína na estratificação de risco

As diferenças epidemiológicas entre os países sugere que fatores étnicos e genéticos tenham impacto nas…

23 horas atrás