Vericiguat: nova opção de droga para ICFER [ACC 2020]

Tempo de leitura: 2 minutos.

O vericiguat é a droga de uma nova classe farmacológica que ativa a via do GMP cíclico, aumentando a produção de óxido nítrico e, com isso, vasodilatação e melhora da função endotelial. No congresso virtual da American College os Cardiology (ACC 2020), os resultados foram apresentados e mostram um ótimo perfil de segurança e eficácia!

Vericiguat para ICFER

O ensaio clínico randomizado e duplo-cego incluiu 5000 pacientes sintomáticos de insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida (ICFER) com FE < 45% e BNP elevado. A amostra tinha idade média 67 anos, maioria de homens (76%), e cerca da metade em CF II. Os pacientes deveriam estar otimizados clinicamente, incluindo uso de sacubitril/valsartana. Uma observação importante: não poderia haver uso concomitante de nitrato ou inibidores da fosfodiesterase, dado o risco de hipotensão pela via do óxido nítrico.

Resultados

Nos resultados, houve redução significativa do desfecho combinado de mortalidade cardiovascular e internação por IC, porém com uma redução de risco absoluto modesta: 3%, com um NNT de 4:100. Ao analisar os desfechos separadamente, apenas a internação por IC que mostrou significância, com redução relativa do risco em 9%.

Qual a mensagem prática? Ganhamos mais uma droga ao arsenal de tratamento da ICFER. O porém é que o desempenho nesse primeiro trial coloca ela na fila de tratamento atrás do tripé universal: inibidores da via da renina (iECA, BRA ou sacubitril), betabloqueadores e espironolactona.

Novos estudos são necessários para confirmar os resultados e comparar com outros vasodilatadores mais baratos, em especial a associação hidralazina/nitrato.

Veja mais do ACC 2020:

Autor:

Referência bibliográfica:

Relacionados