Página Principal > Pneumologia > Vitamina D pode reduzir risco de infecções respiratórias agudas?
pilulas de vitamina D em uma mesa

Vitamina D pode reduzir risco de infecções respiratórias agudas?

A vitamina D tem sido cada vez mais utilizada nas diferentes especialidades médicas, tornando-se frequente nas prescrições terapêuticas. Seus benefícios são amplamente discutidos em diversos estudos. O mais recente deles analisou o impacto da suplementação de vitamina D na redução do risco de infecções respiratórias agudas.

No estudo recente publicado no British Medical Journal (BMJ), pesquisadores fizeram uma meta-análise de ensaios clínicos randomizados, duplo-cegos e controlados com placebo sobre suplementação com vitamina D3 ou vitamina D2. O corpo de evidências utilizado para a análise foi avaliado como sendo de alta qualidade.

Veja também: ‘Vitamina D aumenta o risco de enxaqueca?’

Dados de 10.933 indivíduos (idades entre 0 e 95 anos) de 25 ensaios elegíveis foram analisados para o estudo. A suplementação de vitamina D reduziu o risco de infecção respiratória aguda em todos os participantes (odds ratio [OR] ajustado: 0,88; intervalo de confiança [IC] de 95%: 0,81 a 0,96; p da heterogeneidade < 0,001).

Na análise de subgrupos foram observados efeitos protetores naqueles que receberam diariamente ou semanalmente vitamina D sem doses adicionais de bolus (OR ajustado: 0,81, 0,72 a 0,91), mas não naqueles que receberam uma ou mais doses de bolus (OR ajustado: 0,97, 0,86 a 1,10; p para interação = 0,05).

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

Entre os que receberam diariamente ou semanalmente vitamina D, os efeitos protetores foram mais fortes nos indivíduos com níveis basais de 25-hidroxivitamina D < 25 nmol/L (OR ajustado: 0,30, 0,17 a 0,53) do que naqueles com níveis basais ≥ 25 nmol/L (OR ajustado: 0,75, 0,60 a 0,95, p para interação = 0,006).

Pelos resultados, os pesquisadores concluíram que a suplementação de vitamina D é segura e protege contra a infecção respiratória aguda global. O benefício foi maior nos indivíduos que receberam diariamente ou semanalmente vitamina D sem doses adicionais de bolus, e os efeitos protetores contra infecção respiratória neste grupo foram mais fortes naqueles com deficiência importante de vitamina D.

E mais: ‘Reposição de vitamina D – para quem?’

Referências:

  • Martineau Adrian R, Jolliffe David A, Hooper Richard L, Greenberg Lauren, Aloia John F, Bergman Peter et al. Vitamin D supplementation to prevent acute respiratory tract infections: systematic review and meta-analysis of individual participant data BMJ 2017; 356 :i6583

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.