Página Principal > Colunistas > Você conhece o Global Dementia Observatory (GDO)?
Doença de pequenos vasos intracraniana

Você conhece o Global Dementia Observatory (GDO)?

Tempo de leitura: 3 minutos.

O Sistema de Monitoramento da Demência (Global Dementia Observatory – GDO), lançado pela Organização das Nações Unidas (ONU), completou 7 meses no ar no mês de Julho. A plataforma conta com a colaboração de 21 países, mas a entidade espera que até o final de 2018 cerca de 50 países possam contribuir com seus dados para um melhor cenário sobre a prevalência global da doença.

O GDO é uma plataforma de intercâmbio de dados baseada na Web de informações importantes sobre demência que está sendo desenvolvida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nesta plataforma é possível troca de dados e conhecimento, e oferece fácil acesso aos principais dados de demência dos países participantes nos três domínios seguintes: políticas, prestação de serviços e informação e pesquisa. Os dados nacionais, regionais e globais serão complementados pelas estimativas atualizadas epidemiológicas e estatísticas de outras fontes, como o Observatório Mundial de Saúde da OMS.

Fase de desenvolvimento do GDO:

Um esboço de estrutura e indicadores correspondentes foram testados em 22 países de baixa, média e alta renda de todas as seis regiões da OMS. Após a conclusão da fase piloto, a entidade organizou uma consulta multissetorial de dois dias sobre o GDO, que incluiu pontos focais de países-piloto e outros Estados Membros da OMS, especialistas técnicos e representantes de organizações como a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Programa Conjunto UE – Investigação sobre Doenças Neurodegenerativas (JPND), Doença de Alzheimer Internacional (ADI), Alzheimer Europe e o Conselho Mundial de Demência.

O objetivo desta consulta foi chegar a uma visão comum para o quadro conceptual, a plataforma de intercâmbio de conhecimento interativo do observatório e um caminho a seguir para o futuro desenvolvimento do Observatório.

Ao final da consulta, o perfil conceptual do projeto constava de três domínios estratégicos: políticas; serviço de entrega; e informação e pesquisa; e sete áreas temáticas transversais descritas a seguir:

  1. Demência como prioridade de saúde pública: é possível encontrar um plano de demência com dados e gráficos sobre a doença nos 21 países registrados.
  2. Consciência de demência e simpatia por demência: você encontra informações sobre – iniciativas amigas da demência; educação de profissionais não relacionados à saúde; e também uma campanha de conscientização pública.
  3. Redução do risco de demência: aqui encontramos informações coletadas nos países participantes sobre temas como – álcool; diabetes; hipertensão; inatividade física e tabaco.
  4. Diagnóstico, tratamento, cuidados e apoio da demência: este item conta com dados sobre a disponibilidade de taxa de diagnóstico de demência.
  5. Suporte para cuidadores de demência: inclui serviços de apoio ao prestador de cuidados.
  6. Sistemas de informação para demência: aqui temos um sistema de informação em saúde para demência com os perfis dos países GDO.
  7. Pesquisa e inovação em demência: podemos acompanhar a investigação e produção de pesquisas sobre a demência.

A consulta teve como objetivo identificar uma visão comum que informasse o desenvolvimento da estrutura conceitual do GDO e da plataforma interativa de intercâmbio de conhecimento. No site da ONU diz que esta seção será atualizada continuamente conforme novos recursos forem sendo disponibilizados.

LEIA MAIS: 4 dicas para prevenção da demência

Autora:

Luciana Azevedo Damasceno

Neuropsicóloga ⦁ Terapeuta Cognitivo Comportamental ⦁ Graduação em Psicologia pela PUC-RJ ⦁ Sócia fundadora da ATC-Rio (Associação de Terapias Cognitivas do Estado do Rio de Janeiro) ⦁ Atua no atendimento clínico com foco na avaliação neuropsicológica, na reabilitação cognitiva e no tratamento de distúrbios do sono segundo a atual Medicina do Sono.

Referências:

Um comentário

  1. Jeanine Nascimento

    Interessante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.