Página Principal > Whitebook > Você sabe identificar uma obstrução intestinal?
jaleco medico

Você sabe identificar uma obstrução intestinal?

Nesta semana, falamos sobre uma obstrução intestinal difícil de diagnosticar. Por isso, em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, trazemos definição, causas e apresentação clínica da obstrução intestinal.

As melhores condutas médicas você encontra no: Whitebook Clinical Decision! Baixe grátis.

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Definição: Interrupção do fluxo intraluminal intestinal, que pode ser de natureza funcional (por anormalidade na função intestinal) ou mecânica (por presença de estenose, compressão extra-luminal ou corpo intra-luminal).

Fisiopatologia: Obstrução de Alça → Acúmulo de fluídos e gases proximal ao ponto de obstrução → ↑ Pressão intraluminal → Compressão de vasos na parede intestinal → Isquemia → Edema de Alças → Infarto/Necrose → Perfuração.

Principais Causas:

  • Delgado (Alta): 1º) Bridas / 2º) Neoplasias (pp. Carcinomatose peritoneal metastática) / 3º) Hérnias estranguladas / Outras: Intussuscepção; Endometriose; Íleo biliar; Síndrome de Bouveret; Bezoar; Abscesso intra-abdominal; doença inflamatória (Crohn, tuberculose); congênita (atresia, má-rotação);
  • Cólon (Baixa): 1º) Neoplasias (pp. Tumor colorretal) / 2º) Volvo / 3º) Doença Diverticular (complicação rara da doença) / Outras: Fecaloma; Doença de Hirschsprung; Doença de Crohn; Abscesso intra-abdominal; corpo estranho; hérnia; brida;
  • Obstrução Intestinal Funcional: Obstrução na ausência de obstáculo mecânico. Causada por perda da função motora. Caracteriza-se clinicamente por diminuição ou ausência dos ruídos hidroaéreos. Em geral, é causada por um ou mais dos seguintes fatores: Pós-operatório: Principalmente cirurgias abdominais de grande porte (laparotomia ou laparoscopia); Fármacos: Principalmente anticolinérgicos; opióides; bloqueadores de canais de cálcio e tricíclicos; Distúrbios hidroeletrolíticos: Principalmente Hipocalemia.

Apresentação Clínica

  • Dor abdominal paroxística em cólica → Pode evoluir para dor contínua intensa e desproporcional ao exame (sinal de estrangulamento);
  • Obstrução mecânica: Peristalse de luta → ↑ Ruídos hidroaéreos que adquirem som metálico e podem ser visíveis (Ondas de Kussmaul);
  • Obstrução funcional: ↓ ou ausência de ruídos hidroaéreos:
    – Íleo Paralítico (ou Adinâmico): Apresenta-se como obstrução intestinal alta, com presença de vômitos e diminuição dos ruídos hidroaéreos. Radiologicamente caracterizado por distensão difusa de alças intestinais de delgado e cólon, sem sinais de obstrução mecânica;
    – Síndrome de Ogilvie (Pseudo-obstrução colônica aguda): Apresenta-se como obstrução intestinal baixa, geralmente associada a trauma, infecções, pós-operatório, doenças retroperitoniais e doenças sistêmicas graves. Radiologicamente caracterizada por distensão colônica, principalmente em ceco.
  • Grau de obstrução: Parada de eliminação de gases e fezes (Obstrução Completa) ou diarreia paradoxal (Obstrução Parcial);
  • Manifestações são pouco específicas para indicar altura da obstrução, porém as seguintes manifestações sugerem:
    – Delgado (Alta): Vômitos biliosos precoces e importantes, com pouca distensão abdominal;
    – Cólon (Baixa): Vômitos tardios fecalóides ou ausentes, com distensão abdominal importante.

Complicações:

  • Secreção de líquidos para o lúmen + Disabsorção → Hipovolemia: Comprometimento hemodinâmico;
    Desidratação e distúrbios hidroeletrolíticos;
  • Supercrescimento bacteriano → Translocação bacteriana → Sepse;
  • Perda da peristalse de luta (sinal de pior prognóstico);
  • Comprometimento Arterial (Estrangulamento) → Necrose → Ruptura → Peritonite Fecal: Alteração do nível de consciência; taquicardia; febre; dor intensa à palpação; descompressão dolorosa; sinais de defesa abdominal.

Classificação Clínica da Obstrução Intestinal

  • Mecanismo: Mecânica X Funcional: Caracterização: Peristalse de luta (Mecânica) X ↓ Ruídos Hidroaéreos (Funcional ou mecânica avançada);
  • Altura: Alta (Delgado) X Baixa (Cólon): Caracterização: Quanto mais proximal mais precoce e importantes são os vômitos (vômitos biliosos), quanto mais distal mais tardio são os vômitos (vômitos fecalóides) e maior é a distensão abdominal;
  • Grau de obstrução: Completa X Parcial (Suboclusão): Caracterização: Parada de eliminação de gases e fezes sugere obstrução completa, enquanto a presença de diarreia paradoxal sugere obstrução parcial;
  • Gravidade: Simples X Complicada: Caracterização: Estrangulada (Comprometimento Vascular) → Dor desproporcional ao exame físico → Indica intervenção precoce.
  • Obstrução em Alça Fechada: Obstrução em dois pontos (ex: Volvo; hérnia encarcerada) → Rápido acúmulo de gases e líquidos → Maior propensão à ruptura → Intervenção precoce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.