WCPGHAN 2021: doença de Ménétrier como causa rara de hipoalbuminemia em crianças

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

A doença de Ménétrier (DM), também conhecida como gastroenteropatia hipertrófica, é caracterizada pela hipertrofia das pregas presentes no fundo e no corpo gástrico, associada a uma hipersecreção da mucosa, resultando em uma gastroenteropatia perdedora de proteína. É uma doença muito rara em crianças, com poucas descrições em literatura até então.

Pesquisadores da Universidade de Mersin, na Turquia, relataram um caso e o apresentaram no 6th World Congress of Pediatric Gastroenterology, Hepatology and Nutrition 2021 (WCPGHAN 2021).

médica consultando paciente com suspeita de doença de Menetrier

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Doença de Ménétrier

O relato foi de uma criança de cinco anos de idade, previamente hígida, com história de ter iniciado um quadro de vômitos e dor abdominal três dias antes da admissão, apresentando apenas edema periorbital bilateral, sem mais achados ao exame físico. Os exames laboratoriais evidenciaram hipogamaglobulinemia e uma albumina sérica de 1,78 mg/dL, sem qualquer alteração hepática ou evidência de perda proteica pelo trato urinário.

Leia também: Gastroparesia em crianças: como conduzir?

Asuman Karhan et al. reforçaram que os achados endoscópicos encontrados (- presença de hipertrofia da mucosa gástrica e regiões com intensa hiperemia e erosão) eram compatíveis com DM. Os achados microscópicos incluíram a hiperplasia da mucosa, associada a um intenso processo inflamatório, com presença de linfócitos, neutrófilos e eosinófilos.

Discussão e conclusão

Os dados sobre a DM na população pediátrica são limitados, mas sabe-se que há uma forte relação com infecções virais, como citomegalovírus (CMV) e herpes-vírus simples (HSV) com maior envolvimento do corpo e antro gástrico.

Esse trabalho nos faz lembrar da importância dos diagnósticos diferenciais de hipoalbuminemia em pediatria, lembrando sempre que o TGI pode ser um sítio de perda proteica, sendo indispensável a sua avaliação para investigação etiológica e elucidação diagnóstica.

Mais do autor: Covid-19: Quais as recomendações para endoscopia digestiva alta e baixa em crianças?

Autor:

Referência bibliográfica:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar