Cirurgia

Whitebook: anemia por deficiência de ferro

Tempo de leitura: 3 min.

Essa semana publicamos um estudo sobre anemia ferropriva, ou anemia por deficiência de ferro. Assim, em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision vamos fazer a apresentação clínica da doença.

Baixe agora gratuitamente o Whitebook e tenha tudo sobre todas as condutas médicas, na palma da mão!

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é parte de uma conduta do Whitebook e é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Anamnese da anemia por deficiência de ferro

Quadro clínico: As queixas dos pacientes associam-se à síndrome anêmica.

Ferropenia grave (ferritina extremamente baixa) pode causar sintomatologia semelhante, mesmo na ausência de anemia . Sintomas típicos incluem fadiga , cefaleia, irritabilidade, intolerância aos exercícios, dispneia aos esforços e angina. [cms-watermark]

Alguns pacientes têm perversão do apetite (pica), relatando vontade de ingerir coisas não alimentícias (ex.: gelo, papel, sabão). Há associação também entre anemia ferropriva e síndrome das pernas inquietas (vontade incontrolável de mexer as pernas durante períodos de inatividade). O relato de disfagia deve levantar a hipótese de síndrome de Plummer-Vinson (ferropenia, disfagia, membrana esofágica).

Marcadores de gravidade:

    • Anemia grave e/ou de rápida instalação com instabilidade hemodinâmica;
    • Doença cardiopulmonar concomitante.

Fatores de risco:

    • Baixa ingestão dietética;
    • Má absorção:
        • Doença celíaca;
        • Gastrite atrófica;
        • Cirurgia bariátrica;
        • Uso de drogas;
        • Infecção por H. pylori;
    • Perda sanguínea:
        • Menorragia;
        • Trauma;
        • Hemorragia digestiva;
        • Hemoptise;
        • Hematúria;
        • Hemodiálise;
    • Alta demanda:
        • Infância e adolescência;
        • Gestação;
        • Uso de agentes estimuladores da eritropoiese.

Exame Físico

Pode ser normal ou revelar uma ou mais das seguintes alterações:

    • Palidez;
    • Esclera azulada;
    • Glossite atrófica;
    • Queilite angular;
    • Coiloníquia (unha em colher);
    • Taquicardia;
    • Sopro cardíaco.

Atenção! Crianças podem ter déficit de crescimento.[cms-watermark]

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.
Compartilhar
Publicado por
Carol Meneses

Posts recentes

Os novos anticoagulantes orais estão sendo mais utilizados que os antagonistas da vitamina K em pacientes com FA?

Os novos anticoagulantes surgiram como uma alternativa e mostraram eficácia e segurança semelhante ou melhor…

15 horas atrás

Whitebook: coombs indireto – o que é e como solicitar?

Essa semana, falamos sobre o coombs indireto em obstetrícia. Em nossa publicação de conteúdos do…

19 horas atrás

Diagnóstico de policitemia vera: conceitos importantes

Policitemia vera é uma síndrome mieloproliferativa caracterizada por aumento da massa eritrocitária. Saiba mais.

1 dia atrás

AAP 2021: avaliação de sepse tardia e terapia empírica em prematuros extremos

O objetivo de um estudo apresentado na AAP 2021 foi definir a frequência da sepse…

1 dia atrás

Podcast da Pebmed: dissecção da artéria vertebral. Como diagnosticar e tratar? [podcast]

No episódio de hoje, Henrique Cal, vai discutir sobre causas que podem levar à dissecção…

1 dia atrás

Destaque das diretrizes no manejo do tabagismo

O tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo. Atualmente são cerca de…

2 dias atrás