Whitebook: como diagnosticar a doença respiratória por coronavírus?

Tempo de leitura: 2 minutos.

Desde o início desse mês, os casos de coronavírus pelo 2019-nCoV não param de crescer, e o surto é o assunto mais falado do momento. Por isso, em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, vamos falar sobre o diagnóstico e diagnóstico diferencial da coronavirose 2019-nCoV, conteúdo que já foi criado e incluído no aplicativo!

Veja as melhores condutas no coronavírus no Whitebook Clinical Decision!

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Abordagem Diagnóstica

A possibilidade de infecção por 2019-nCoV deve ser considerada em pacientes com febre e/ou sintomas de infecção de via aérea inferior que residem ou viajaram para a área de Wuhan, China, ou que tiveram contato próximo com caso suspeito ou confirmado de 2019-nCoV. Medidas de controle locais devem ser assumidas imediatamente.

O diagnóstico laboratorial deve ser por coleta de quatro amostras respiratórias em diferentes tubos e uma amostra de sangue com os seguintes destinos:

  • Duas amostras a serem encaminhadas para laboratório oficial swabs nasofaríngeos, aspirado nasofaríngeo ou amostra de lavado broncoalveolar;
  • Uma amostra para teste viral molecular de vírus respiratórios (caráter particular), swab nasofaríngeo;
  • Uma amostra para laboratório de referência RDSL, para pesquisa molecular de nCoV, swab nasofaríngeo.

Critérios Diagnósticos

Definição de caso suspeito (WHO, 2020):

  • Infecção respiratória aguda grave + febre e tosse sem outra etiologia que explique completamente a apresentação clínica; em associação com história de viagens para as províncias de Hubei e Guangdong, China, nos 14 dias anteriores ao início dos sintomas; OU
  • Paciente com doença respiratória aguda de qualquer grau de gravidade que, dentro de 14 dias antes do início da doença, teve uma das seguintes exposições:
    • Contato físico próximo com um caso confirmado de infecção por nCoV, enquanto esse paciente era sintomático;
    • Em serviço de saúde em um país onde foram relatadas infecções por nCoV;
    • Contato direto com animais (se a fonte animal for identificada) em países onde se sabe que o nCoV circula em populações animais ou onde infecções humanas ocorreram como resultado de transmissão zoonótica presumida.

Diagnósticos Diferenciais

  • Infecção por influenza;
  • Infecção por metapneumovírus;
  • Infecção por adenovírus;
  • Infecção por arenavírus;
  • Infecção por ecovírus;
  • Citomegalovirose;
  • Hantavirose;
  • Infecção por rinovírus;
  • Infecção por vírus sincicial respiratório;
  • Infecção por outros coronavírus (SARS-Cov, MERS-Cov, HCoV-229E, HCoV-OC43, HCoV-NL63, HCoV-HKU1);
  • Pneumonia bacteriana;
  • Pneumonia fúngica;
  • Tuberculose pulmonar;
  • Dengue;
  • HIV/AIDS;
  • Legionelose.
Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia-a-dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.
Relacionados