Categorias: Uncategorized

Whitebook: Pré-Eclâmpsia e Hipertensão na Gestação

Tempo de leitura: 2 min.

Essa semana publicamos os resultados de um ensaio clínico randomizado duplo-cego sobre o uso da metformina de liberação estendida em pacientes com risco de parto pré-termo devido à pré-eclâmpsia. Assim, em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision vamos falar sobre a abordagem diagnóstica nesse caso.

Baixe agora gratuitamente o Whitebook e tenha tudo sobre todas as condutas médicas, na palma da mão!

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é parte de uma conduta do Whitebook e é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Pré-eclâmpsia

    • Pico hipertensivo ≥ 140 x 90 mmHg em duas aferições em um intervalo de 4 horas e proteinúria após 20 semanas de gestação. Na ausência de proteinúria, o diagnóstico ainda pode ser feito se a hipertensão de início recente for acompanhada por sinais ou sintomas de disfunção de órgãos-alvo;
    • Em caso de gravidade, o critério é estabelecido com os valores de PAS ≥ 160 mmHg ou PAD ≥ 110 mmHg (em 2 ocasiões com, pelo menos, 4 horas de intervalo) associado ou não a sinais e sintomas de disfunção de órgãos-alvo;
    • Proteinúria ≥ 300 mg em 24 horas ou relação proteína/creatinina ≥ 0,3;
    • Ou sinais laboratoriais de disfunção orgânica: contagem plaquetária < 100.000, creatinina sérica > 1,1 ou valor de creatinina 2 vezes maior que o basal, e valor de enzimas hepáticas 2 vezes maior que o basal;
    • Ou sinais clínicos de disfunção orgânica: fotopsia (enxergar flashes de luz) e/ou escotomas (áreas escuras no campo visual), dor de cabeça intensa ou dor de cabeça que persiste e progride apesar da terapia analgésica, estado mental alterado, dor abdominal persistente no quadrante superior direito ou dor epigástrica que não responde à medicação e não justificada por um diagnóstico alternativo.

Síndrome HELLP

    • Contagem plaquetária < 100.000;
    • AST 2 vezes maior que o basal;
    • Bilirrubina total ≥ 1,2 mg/dL;
    • Esquizócitos no esfregaço do sangue periférico;
    • Anemia grave, não relacionada com a hemorragia;
    • Baixos níveis de haptoglobina sérica (≤ 25 mg/dL);
    • Lactato desidrogenase (LDH) ≥ 600.
Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.
Compartilhar
Publicado por
Carol Meneses

Posts recentes

Monkeypox: o que precisamos saber sobre a varíola do macaco?

Nos últimos dias, um aumento rápido no número de casos de varíola do macaco vem…

47 minutos atrás

Atuação do enfermeiro na saúde mental

Prevalece na sociedade a compreensão do discurso psiquiátrico no qual, se entende saúde mental como…

2 horas atrás

Lactobacillus rhamnosus GG – tudo que você precisa saber

Uma das cepas mais estudadas e utilizadas na prática clínica mundial, o LGG® é um…

3 horas atrás

Diazepam intrarretal após cirurgias de reconstrução pélvica

Foi publicado um estudo com a finalidade então de avaliar o uso de diazepam supositórios…

21 horas atrás

Governo Federal sanciona lei que cria bula digital e muda sistema de rastrear medicamentos

O Governo Federal sancionou a lei que obriga todo medicamento comercializado no Brasil a ter…

2 dias atrás

Whitebook: qual a apresentação clínica da asma?

Em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, vamos abordar a apresentação…

2 dias atrás