Psiquiatria

Whitebook: Transtorno por Uso de Álcool

Tempo de leitura: 4 min.

Com a proximidade das festas de fim de ano, vamos abordar em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision vamos falar de algo que vai com certeza estar presente nos plantões: o transtorno por uso de álcool.

Baixe agora gratuitamente o Whitebook e tenha tudo sobre todas as condutas médicas, na palma da mão!

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é parte de uma conduta do Whitebook e é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Abordagem diagnóstica do transtorno por uso de álcool

Avaliar a história de consumo de bebidas alcoólicas (história familiar, tratamentos anteriores, uso de outras substâncias, comorbidades, etc.).

Ao exame físico, procurar as alterações clínicas comuns aos casos: sequelas de traumas, hipertensão, sintomas gastrointestinais/ hepáticos, alterações neurológicas, sintomas de intoxicação ou abstinência, etc. Outras ferramentas que auxiliam são questionários padronizados e exames que detectem alterações da função hepática ou a concentração sérica da substância, bem como teste do bafômetro.

Escalas de auxílio ao diagnóstico:

    • FAST;
    • TWEAK;
    • CAGE (4 perguntas: “sente necessidade de parar de ingerir bebida alcoólica?”; “sente-se incomodado com críticas dos outros aos hábitos de bebida?”; “sente-se mal ou culpado quando bebe?”; “bebe de manhã para melhorar a ressaca ou ficar mais calmo?”- 2 respostas afirmativas = indicação positiva para dependência de álcool) ;
    • AUDIT.

Escala AUDIT

1. Com que frequência consome bebidas que contêm álcool?

    • 0 = nunca;
    • 1 = uma vez por mês ou menos;
    • 2 = duas a quatro vezes ao mês;
    • 3 = duas a três vezes por semana;
    • 4 = quatro ou mais vezes por semana.

2. Quando bebe, quantas bebidas contendo álcool consome em um dia normal?

    • 0 = uma ou duas;
    • 1 = três ou quatro;
    • 2 = cinco ou seis;
    • 3 = sete a nove;
    • 4 = dez ou mais.

3. Com que frequência consome seis bebidas ou mais em uma ocasião?

    • 0 = nunca;
    • 1 = menos de uma vez ao mês;
    • 2 = pelo menos uma vez ao mês;
    • 3 = pelo menos uma vez por semana;
    • 4 = diariamente ou quase diariamente.

4. Nos últimos 12 meses, com que frequência notou que não conseguia parar de beber depois de começar?

    • 0 = nunca;
    • 1 = menos de uma vez ao mês;
    • 2 = pelo menos uma vez ao mês;
    • 3 = pelo menos uma vez por semana;
    • 4 = diariamente ou quase diariamente.

5. Nos últimos 12 meses, com que frequência não conseguiu cumprir as tarefas que habitualmente lhe exigem, por ter bebido?

    • 0 = nunca;
    • 1 = menos de uma vez ao mês;
    • 2 = pelo menos uma vez ao mês;
    • 3 = pelo menos uma vez por semana;
    • 4 = diariamente ou quase diariamente.

6. Nos últimos 12 meses, quantas vezes precisou beber de manhã para “curar” uma ressaca?

    • 0 = nunca;
    • 1 = menos de uma vez ao mês;
    • 2 = pelo menos uma vez ao mês;
    • 3 = pelo menos uma vez por semana;
    • 4 = diariamente ou quase diariamente.

7. Nos últimos 12 meses, com que frequência teve sentimentos de culpa ou remorso por ter bebido?

    • 0 = nunca;
    • 1 = menos de uma vez ao mês;
    • 2 = pelo menos uma vez ao mês;
    • 3 = pelo menos uma vez por semana;
    • 4 = diariamente ou quase diariamente.

8. Nos últimos 12 meses, com que frequência não se lembrou o que aconteceu na noite anterior por ter bebido?

    • 0 = nunca;
    • 1 = menos de uma vez ao mês;
    • 2 = pelo menos uma vez ao mês;
    • 3 = pelo menos uma vez por semana;
    • 4 = diariamente ou quase diariamente.

9. Alguma vez ficou ferido ou alguém ficou ferido por você ter bebido?

    • 0 = não;
    • 1 = sim, mas não nos últimos 12 meses;
    • 2 = sim, aconteceu nos últimos 12 meses.

10. Alguma vez um familiar, amigo, médico ou profissional de saúde manifestou preocupação pelo seu consumo de álcool ou sugeriu que deixasse de beber?

    • 0 = não;
    • 1 = sim, mas não nos últimos 12 meses;
    • 2 = sim, aconteceu nos últimos 12 meses.

Pontuação do AUDIT e conduta:[cms-watermark]

    • 0-7: Consumo de baixo risco. Realizar educação sobre o álcool;
    • 8-15: Consumo de risco. Realizar atividades educativas direcionadas;
    • 16-19: Uso nocivo. Realizar intervenção breve e monitoramento continuado;
    • 20 ou mais: Possível dependência. Encaminhar para especialista e manter acompanhamento na unidade.
Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.
Compartilhar
Publicado por
Carol Meneses

Posts recentes

A associação covid-19 e diabetes mellitus gestacional aumenta o risco de desfechos desfavoráveis

Diabetes mellitus gestacional é uma das intercorrências clínicas mais comuns na gravidez. Dados estimam uma…

17 minutos atrás

Identificada em São Paulo subvariante inédita da covid-19

Uma subvariante da covid-19 ainda não catalogada em outras partes do mundo foi encontrada no…

1 hora atrás

Guia Prático: Construção da Carreira [Mês da Enfermagem]

Este guia foi construído com o objetivo de auxiliar o profissional enfermeiro em sua jornada…

2 horas atrás

Cannabis na prática clínica: além da epilepsia

O interesse científico em torno do uso na cannabis na prática clínica aumentou nos últimos…

3 horas atrás

Nefrologia: 3 vídeos que podem te ajudar na rotina médica

Como fazer reposição correta de potássio? Diálise previne nefropatia por contraste? Tire essas e outras…

16 horas atrás

Atualização sobre diagnóstico e manejo da colecistite aguda

Um dos diagnósticos mais frequentes de abdome agudo inflamatório nas emergências cirúrgicas é a colecistite…

17 horas atrás